Polícia

Dono de escola suspeito de estupro é transferido para o Comando Geral da PM

Professor Monteiro foi preso na sexta-feira (26)
Fonte: Polícia Miliar | Editor: Alinny Maria 31/01/2018 10:14
Escola Minos e Minas Escola Minos e MinasFoto: Street View/Google

Preso na sexta-feira (26) por estupro de vulnerável, Antônio Monteiro Neto Filho, proprietário da escola Minos e Minas, situada no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina, foi transferido nesta terça-feira (30) para o Comando Geral da Polícia Militar por determinação da Justiça. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da Polícia Militar.

O juiz de Moura, da Central de Inquéritos de Teresina, decretou a prisão preventiva do professor Monteiro, como é conhecido, em decorrência da gravidade do crime. Ele está sendo investigado sob suspeita de ter estuprado três alunas, de 9, 10 e 12 anos. A denúncia foi feita pelo Conselho Tutelar à Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA).

Monteiro estava preso na sede da Polinter e não foi transferido para um presídio comum por ser preso provisório. A defesa do diretor alega que a transferência se deu ao fato de que o suspeito foi apenas denunciado e não condenado.

As crianças foram submetidas ao exame pericial e foi constatado que não houve conjunção carnal, no entanto, foram utilizados diversos procedimentos individuais que comprovam que as crianças foram tocadas em várias partes do corpo, o que configura estupro de vulnerável.

Comentários