Política

DNIT quer cancelar convênio e concluir duplicação de BRs

Obras se arrastam há seis anos sem previsão de conclusão pelo DER-PI
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alinny Maria 03/05/2019 09:05
Trecho da Obra de duplicação Trecho da Obra de duplicaçãoFoto: Ascom DER

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) deve cancelar o convênio assinado com o Governo do Estado, ainda na gestão do governador Wilson Martins, em 2013, para retomar a duplicação das rodovias BR-343 e BR-316 nas saídas de Teresina para Altos e Demervalo Lobão. A obra se arrasta há seis anos sem uma previsão de quando será concluída pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER-PI). A falta de sinalização no local já provocou acidentes, inclusive com vítima fatal.

O superintendente do DNIT no Piauí, engenheiro Ribamar Bastos , revelou ontem (2), em entrevista, que o órgão pretende não só executar o restante da duplicação iniciada pelo Governo do Estado, mas ampliar o trecho duplicado em 20,16 Km até Demerval Lobão. Para tanto, o DNIT do Piauí tem R$ 30 milhões em caixa.

O superintendente aguarda o parecer da direção-geral do DNIT, em Brasília para concelar o convênio com o DER-PI. “Encaminhamos a direção geral com o nosso posicionamento e estamos esperando uma definição do diretor-geral, porque o convênio [com o governo do Piauí] é assinado pelo DNIT nacional”, explicou Ribamar Bastos.

Comentários