Brasil

Diretor do Botafogo parte para cima de técnico rival após eliminação

figueirense eliminação confusão Botafogo Copa do Brasil
Fonte: agencias 15/07/2015 20:24 - Atualizado em 20/09/2016 16:44
Com o sangue quente após a eliminação do Botafogo na Copa do Brasil para o Figueirense, na terça-feira, no Estádio Nilton Santos, o vice-presidente de futebol do Botafogo, Antonio Carlos Mantuano, e o técnico do Figueirense, Argel Fucks, quase chegaram às vias de fato na parte interna da casa alvinegra.

Argel, que estava suspenso e assistiu ao jogo dos camarotes do Engenhão, comemorou efusivamente o resultado, o que incomodou Mantuano. Com o dedo em riste, o dirigente disse para ele "não tirar onda".

Na descida, eles seguiram trocando palavras ásperas, e Mantuano tentou agredir o técnico rival, mas acabou caindo no chão. Na queda, acabou machucando o jogador Yago, do Figueirense. Ainda irritado, ele foi contido por seguranças e até mesmo policiais militares, que foram chamados para intervir.

O Figueirense está na expectativa de que o árbitro Flávio Rodrigues Guerra registre o caso na súmula. O clube catarinense decidiu não registrar Boletim de Ocorrência pela confusão.

NÃO FOI A PRIMEIRA VEZ EM 2015
Mantuano já ganhou as manchetes por uma confusão extracampo no Botafogo na atual temporada. No fim de março, insatisfeito com a atuação da equipe no empate em 1 a 1 do Gloroso contra o Barra Mansa, pelo Campeonato Carioca, o dirigente se exaltou e foi cobrar os jogadores após a partida no vestiário do Estádio Raulino de Oliveira.

A bronca do dirigente era especialmente com o atacante Bill, que perdeu um pênalti e chances claras de gol na ocasião. O gerente de futebol Antônio Lopes teve que intervir no local para que a confusão não aumentasse.

Comentários

Matérias Relacionadas