Política

Dia do Jornalista é lembrado com sessão no Legislativo

A homenagem aos jornalista foi proposta pelo deputado Gessivaldo Isaías
Fonte: Alepi | Editor: Paulo Pincel 10/04/2019 15:01
Jornalista Chico Viana Jornalista Chico VianaFoto: Caio Bruno/Alepi

A Assembleia Legislativa do Piauí realizou na manhã desta quarta-feira (10), sessão solene em comemoração ao Dia do Jornalista, transcorrido no último dia 7 de abril. A sessão foi presidida pelos deputados Themístocles Filho(MDB) e Gessivaldo Isaías (PRB), e bastante prestigiada pelos parlamentares e profissionais do Jornalismo, chamados para compor a mesa.

O coordenador de Comunicação do Governo do Estado, João Rodrigues; o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Piauí, Luis CArlos Oliveiura; o presidente da Academia dos Jornalistas do Piauí; Chico Viana; o presidente do Sindicato dos Radialistas, Val Moraes; a editora-chefe do Jornal O DIA, professora Adriana Magalhães; além de Alisson Paixão, editor-executivo do Portal OitoMeia; Daniel Carvalho, do Portal O Dia: e Raimundo Cazé, da Coordenadoria de Comunicação e Rádio Assembleia FM; dentre outros.

Ao justificar seu requerimento, Gessivaldo Isaias disse que o momento é mais que apropriado para se fazer uma reflexão da importância do jornalista na formação da consciência da população na defesa de seus interesses.

Ele destacou os esforços dos jornalistas no desempenho de suas funções na defesa da sociedade, um trabalho diuturno que não tem em dia nem hora e que envolve muitos riscos.

“Muitos jornalistas, passam por desafios ao entrar e áreas perigosas onde nem a polícia tem acesso”, disse Gessivaldo.Para o deputado, “o jornalista procura agir com ética, respeito e imparcialidade e é o pilar do regime democrático de direito ao levar as informações para a sociedade que os poderosos de plantão não têm interesse de levar.

A editora chefe do jornal O Dia, Adriana Magalhães, fez breve pronunciamento defendendo o reconhecimento da profissão, não só na questão da remuneração mas também na formação e na qualificação profissional. Ela citou como exemplo de qualificação a Escola do Legislativo da piauiense, cujos cursos ajudam na qualificação de vários profissionais.

Presidente da Academia de Imprensa, Chyco Viana, o decano do jornalismo presente à sessão, que fez um longo pronunciamento destrinchando a história da política piauiense e as realizações de cada um, desde Petrônio Portela, Reis Veloso e Alberto Silva.O radialista Humberto Coelho, presidente da Fundação Antares, destacou a importância de se debater o papel da imprensa neste momento crítico da política brasileira e classificou como “Ambiente Pós-verdade”.

Em seguida falaram os deputados Henrique Pires (MDB), Franzé Silva (PT); Flora Izabel (PT); Francisco Limma (PT); Teresa Britto (PV); e Evaldo Gomes (PTC), que enaltecera a imprensa e o papel dos jornalistas.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas, Luis Carlos Oliveira, pregou a necessidade de se ter mais respeito pela atividade profissional dos jornalistas, que desde 2004 não se exige mais diploma para o exercício da profissão. Ele também cobrou dos deputados o sancionamento do projeto de lei que criou o quadro de Carlos e salários dos jornalisas do serviço, inclusive da Assembleia.

Por último falou o coordenador de Comunicação do Governo do Estado, João Rodrigues, que também destacou a atuação do jornalista, que mudaram a história do país. Também agiram sem medo na construção da história da imagem do governo. E condenou a tentativa recente dos adversários em destruir sua imagem.

Comentários