Educação

Desembargador Edvaldo Moura é empossado na presidência do TJ/PI

Piauí Hoje
Fonte: tjpi 02/06/2010 00:00 - Atualizado em 17/10/2016 10:55
Em uma Sessão Solene bastante disputada, realizada na noite de ontem 01/06, no Auditório do Tribunal de Justiça do Piauí, o Desembargador Edvaldo Pereira de Moura tomou posse na Presidência do Tribunal de Justiça do Piauí, para o Biênio de 2010/2012. Também foram empossados a Corregedora Geral da Justiça, Desª. Eulália Maria Ribeiro Gonçalves do Nascimento Pinheiro e Vice Presidente, Desª. Rosimar Leite Carneiro.Compuseram a mesa de honra o Presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, Desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar; o Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Sebastião de Oliveira Castro Filho, o Governador do Estado do Piauí, Wilson Nunes Martins; o Presidente da Assembléia Legislativa, Deputado Themístocles Sampaio Pereira Filho; o Ministro Vicente Leal de Araújo; o Procurador de Justiça, Antônio de Pádua Ferreira Linhares, representando o Ministério Público estadual; o Prefeito Municipal de Teresina, Elmano Ferrer de Almeida; o Presidente do Tribunal Regional do Trabalho, 22ª Região, Desembargador Federal, Manoel Edilson Cardoso; o Presidente do Tribunal de Contas do Estado, Conselheiro Abelardo Pio Vilanova e Silva; o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Secção Piauí, Sigifrói Moreno Filho; O Presidente da Associação dos Magistrados do Brasil, Mozart Valadares Pires; o Presidente do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura, Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Antônio Rulli Junior; o Presidente, em exercício, da Associação dos Magistrados Piauienses, José Airton Medeiros de Sousa e o Defensor Público Geral do Estado, Nélson Nery Costa.O Auditório do Tribunal de Justiça ficou lotado de personalidades que compõem a comunidade jurídica, autoridades militares, representantes dos Poderes Executivo e Legislativo, além de familiares e amigos que compareceram ao Palácio da Justiça para prestigiar a cerimônia de posse do Des. Edvaldo Moura, como Presidente da mais Alta Corte do Judiciário piauiense, emprestando um significado especial a um dos mais importantes momentos da carreira do magistrado.Ainda como Presidente da Corte, o Des. Raimundo Alencar designou os desembargadores Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, José Ribamar Oliveira e Haroldo Oliveira Rehem para introduzir em Plenário o Des. Edvaldo Pereira de Moura, Presidente eleito do Tribunal de Ju8stiç, Desª. Rosimar Leite Carneiro, Vice-Presidente e a Desª. Eulália Maria Ribeiro Gonçalves, Corregedora Geral da Justiça.O Mestre de Cerimônia convidou a todos para, de pé, ouvir o Hino Nacional, interpretado pelo Coral Vox Justitia, do Tribunal de Justiça do Piauí, acompanhado por músicos da banda da Polícia Militar do Estado.O Des. Raimundo Nonato da Costa Alencar, em seu pronunciamento, após transmitir a Presidência, ressaltou a importância de se ter um homem da estirpe do Des. Edvaldo Moura como Presidente da mais Alta Corte, "É muito importante para a justiça estadual. Mais um magistrado dedicado, inteligente e dinâmico chega como Chefe do Poder Judiciário para dignificar ainda mais a Justiça do Estado", enfatizou Alencar.O Des. Raimundo Alencar transmite o cargo ao seu sucessor, Des. Edvaldo Moura, e deixa uma série de iniciativas pela modernização do Judiciário piauiense. Com uma gestão marcada por muitas realizações, Alencar deixou para o novo Presidente, por exemplo, a continuidade de programas como o desenvolvimento de versões eletrônicas dos processos judiciais, tanto na Capital como nas comarcas do interior.Com a virtualização das varas, Raimundo Alencar procurou diminuir a lentidão da Justiça, com o controle manual de processos, dando lugar à informatização das áreas de execução penal. Dessa forma, o ex-Presidente facilitou o acesso dos cidadãos a dados estatísticos do Judiciário, para tê-los como referência para identificar eventuais morosidades e, com a posse desses dados, apontar casos em que a sentença não tenha sido proferida em tempo razoável.Um momento marcante foi a homenagem prestada ao Presidente Edvaldo Moura por sua filha de dez anos, Vitória Freitas de Sousa Moura, ao recitar uma poesia. Todos os presentes ficaram emocionados. Visivelmente emocionado, estava o novo Presidente do Tribunal de Justiça do Piauí em sua posse. Assim, rodeado de familiares, amigos, magistrados, defensores, procuradores e diversas autoridades, que compareceram ao Palácio da Justiça para prestigiar um dos mais importantes momentos de sua carreira, o novo Chefe do Poder Judiciário fez um discurso que comoveu e impressionou os presentes.O Presidente do TJ/PI já empossado, fez referência ao compromisso que firmou para desempenhar o cargo de Alto Dirigente da Egrégia Corte da Justiça piauiense, agradeceu a Deus pelo momento e falou de tempo em que trabalho como Juiz na Capital e no interior. "O que mais me deixou feliz e realizado foi a possibilidade de atuar em benefício da população deste Estado, isto é, direito das massas", afirmou.

Comentários

Matérias Relacionadas