Política

Deputada discute crise hídrica de São Raimundo Nonato

Por ser da região da Serra da Capivara, Margarete viveu de perto a falta de água na cidade e quer contribur, sem medir esforços, no que for necessário
Fonte: Ascom Dep. Margareth 23/02/2019 17:05
Reunião com a comitiva de israelenses e representantes do Instituto Água Viva Reunião com a comitiva de israelenses e representantes do Instituto Água VivaFoto: ascom Dep. Margarete

A deputada federal Margarete Coelho fez parte da comitiva que recepcionou a equipe de israelenses e representantes do Instituto Água Viva para uma reunião realizada nesta sexta-feira (22), na Prefeitura de São Raimundo Nonato. A prefeita Carmelita Castro e sua equipe de secretariado e o deputado estadual Hélio Isaías também participaram do momento.

Interessados em conhecer de perto o problema hídrico da cidade, a equipe realizou visita técnica, e por meio de parceria com a prefeitura, pretende realizar projetos sociais que amenizem a problemática da escassez de água viabilizando soluções hídricas em municípios e comunidades do sertão que mais sofrem com os longos períodos de estiagem, onde a população não tem acesso à água potável.

Por ser da região da Serra da Capivara, Margarete viveu de perto a falta de água na cidade e quer contribur, sem medir esforços, no que for necessário. "Estamos unindo esforços e procurando soluções para um dos problemas mais graves da nossa região, não só do abastecimento, mas da qualidade da água que o nosso povo consome aqui. o Instituto Água Viva se dedica à ações humanitárias do setor do sistema hídrico, tem projetos importantes nessa área, e assim, buscaremos as melhores alternativas para o problema dessa região", pontuou a deputada.

Entidade sem fins lucrativos, o Instituto atua no sertão do Nordeste principalmente nos estados da Bahia, Pernambuco e Piauí. A região do semiárido, por ser uma região pobre e de vulnerabilidade social foi a escolhida para a implementação do projeto e alvo das visitas que inclui ainda engenheiros israelenses.

A parceria entre os Institutos Livre Ser e Água Viva, e a Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato busca trazer acesso á água potável para aquelas comunidades que sofrem com com a escassez de água. "A nossa expectativa é que num futuro próximo, São Raimundo Nonato venha a ser uma cidade com todas essas benfeitorias e tecnologias para resolver o problema da água local", afirmou Juliano Son, fundador do Instituto Livres que promove melhorias em comunidades do sertão.

Comentários