Política Nacional

Denúncia contra Temer: confira as frases dos deputados

Cada deputado federal contou com 15 segundos no microfone na hora de expressar o voto
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Da redação 26/10/2017 07:50

Os parlamentares que votaram a segunda denúncia sobre o presidente Michel Temer (PSDB) na Câmara dos Deputados, na noite desta quarta-feira (25), não se limitaram apenas a anunciar os seus votos de “sim" ou “não”. Além de declararem, respectivamente, se eram a favor do arquivamento do processo ou não (o que representaria o prosseguimento da ação), cada deputado federal contou com 15 segundos no microfone na hora de expressar o voto.

A coluna Poder, da Folha de São Paulo, destacou as frases mais marcantes da votação dos deputados. Listamos abaixo os trechos mais marcantes das falas dos políticos, divididos entre os que se posicionaram contra ou a favor do presidente denunciado pela PGR (Procuradoria-Geral da República). Confira!

A favor

Marco Feliciano (PSC-SP): "Perguntei aos meus seguidores [na internet] quem eles gostariam que investigassem Temer: se era o Supremo ou o juiz Sergio Moro. Para o juiz Moro julgá-lo só em 1º de janeiro de 2019, então eu voto com o relator."

Wladimir Costa (SD-PA): "Voto em uma linguagem bem parauara. Meu voto é pai-d'égua, tem sabor de açaí. Fica, Temer! Deixa o homem trabalhar!"

Alberto Fraga (DEM-DF):"Se o PT vota não, é claro que eu voto sim."

Jhonatan de Jesus (PRB-RR): "Pelo compromisso do presidente em concluir o Linhão de Tucuruí e entregar as terras ao Estado de Roraima e pelo belo relatório do deputado Bonifácio de Andrada, eu voto sim."

Contra

Fernando Torres (PSD-BA): "Voto pelos baianos: 90% dos baianos querem que o presidente saia. Presidente [Rodrigo Maia], eu queria que você fosse o presidente. Você trata tão bem essa Câmara..."

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Casa, em resposta a Fernando Torres: "Tiram logo o microfone. Vê que até eu sou boicotado aqui dentro."

Antonio Carlos Mendes Thame (PV-SP): "De mandato em mandato, estamos transformando esse país em uma imensa casa de tolerância."

Delegado Waldir (PR-GO): "Contra a corrupção, contra o foro privilegiado. Cadeia, algema para Temer, Aécio e Lula."

Luizianne Lins (PT-CE): "Agora, para votar na segunda denúncia, 'segundamente', fora, Temer."

Comentários