Política

Denúncia contra Lula é "atentado contra a dignidade humana"

senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) classificou de "violência" a denúncia tornada pública pelo Ministério Público Feder
Fonte: Agência Senado | Editor: Paulo Pincel 19/09/2016 19:13 - Atualizado em 27/10/2016 06:53
Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR)Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) classificou de "violência" a denúncia tornada pública pelo Ministério Público Federal, semana passada, contra o ex-presidente Lula, que foi acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Ela disse nesta segunda-feira (19), em Plenário, que a denúncia foi na verdade um "ato de condenação" feito de forma cinematográfica e o resultado é que "o Brasil e o mundo ficaram impactados" com o discurso político, a ação acusatória, a condenação e a punição pública do ex-presidente feitos pelo procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lavo Jato no Ministério Público Federal.

E só quem gostou disso, afirmou Gleisi Hoffmann, foram os que são contra o Partido dos Trabalhadores e o ex-presidente Lula.

— Mas os que acreditam no Estado de Direito, os que acreditam na democracia ficaram estarrecidos diante do comportamento do Ministério Público Federal, coisa não vista em nenhum momento da nossa história. E os apoiadores do presidente Lula, além de estarrecidos, ficaram, ficamos, todos indignados. O que nós assistimos foi um verdadeiro atentado à dignidade humana, à dignidade humana do presidente Lula, da dona Marisa e da sua família.

Comentários