Geral

Dentista acusada de racismo não vai à audiência por falta de veículo da Sejus

Mesmo sem a ré, o juiz realizou a audiência e manteve a prisão preventiva da dentista
Fonte: Redação Piauí Hoje | Editor: Alinny Maria 28/02/2019 13:34
Delzuíte Macedo Delzuíte MacedoFoto: Reprodução/WhatsApp

Por falta de veículos e de pessoal, o julgamento e a audiência de instrução contra a dentista Delzuite Ribeiro de Macedo, acusada de racismo, foi realizada sem a presença da ré na tarde dessa quarta-feira (27) na 1ª Vara Criminal de São Raimundo Nonato, a 500 km de Teresina.

A dentista está presa na penitenciária de Teresina e a Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) justificou a ausência de Delzuíte por falta de veículo e pessoal para fazer o translado da acusada.

A audiência foi presidida pelo juiz Mário Soares de Alencar, que ouviu os depoimentos da vítima e testemunhas, sendo duas de acusação e uma de defesa. A audiência durou cerca de três horas e o interrogatório da acusada foi remarcada para o dia 14 de março.

O juiz manteve a prisão preventiva de Delzuite, que está presa desde o dia 7 de fevereiro deste ano. Vale ressaltar que a dentista já foi presa duas vezes pelo mesmo crime. Ela é acusada de racismo contra uma dentista e a filha de apenas 1 mês na época.

Comentários