Polícia

Baretta já tem pistas dos assassinos do advogado

A prisão dos acusados de latrocínio no Saci, em Teresina, é questão de horas
Fonte: Polícia Civil | Editor: Paulo Pincel 13/09/2017 16:55
Delegado Francisco Costa, o Baretta Delegado Francisco Costa, o BarettaFoto: Divulgação

A Policia Civil já tem a identificação dos dois suspeitos da morte do advogado Ozires de Castro Machado Neto, 28 anos, morto com um tiro na cabeça, quando chegava em casa, no bairro Saci, zona Sul de Teresina, na noite de segunda-feira (11).

O coordenador da Delegacia de Homicídios da Secretaria de Estado da Segurança Pública, delegado Francisco das Chagas Costa, o “Baretta”, não adiantou detalhes sobre os dois homens que estão sendo investigados, mas testemunhas já foram ouvidas e revelaram que a dupla esteve no local, um pouco antes do crime ser cometido.

As imagens das câmeras de segurança das residência e comércios do bairro foram requisitadas e já é possível a identificação dos suspeitos, que após atirar contra o advogado, roubou uma moto de uma senhora ainda no Saci, abandonada mais adiante pelos bandidos.

A Polícia Civil trabalha com várias hipóteses, mas a principal é o latrocínio´- roubo seguido de morte. Segundo o delegado, são várias as denúncias de assalto naquela área, principalmente na rua onde a vítima morava, que é estreita. Em muitas oportunidades, os condutores de veículos são obrigados a parar e esperar os outros carros passarem para poder manobrar para entrar na garagem de casa. “Foi justamente o que ele fez e os indivíduos o abordaram", explicou Baretta, que esperar prender os assassinos nas próximas horas.

Comentários