Geral

Menino de 9 anos que teve braço amputado deixa a UTI

O menino foi agredido com golpes de facão por um doente mental
Fonte: PM-PI | Editor: Paulo Pincel 11/08/2018 14:46
Hospital Regional Dirceu Arcoverde, em Parnaíba Hospital Regional Dirceu Arcoverde, em ParnaíbaFoto: Reprodução

Recebeu alta neste sábado o menino C.A.F.C, 9 anos, que teve parte do braço amputado depois de receber vários golpes de facão pelo corpo, em um crime que revoltou a cidade de Buriti dos Lopes, a 301 km de Teresina. A criança deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas permanece internada na pediatria do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba.

O crime aconteceu no sábado (4), comunidade de Barra do Longá, zona rural de Buriti dos Lopes. A Polícia Militar de Buriti do Lopes prendeu o acusado do crime, identificado apenas como "Lulu". Ele levou a criança para um campo de futebol e lá aplicou vários golpes no corpo da vítima. “Esse rapaz, o Lulu, é conhecido lá no povoado de Barra do Longá, é deficiente mental. Ele pegou essa criança, decepou o braço dela, deu vários golpes de facão nas costas também", contou um PM.

Por conta dos graves ferimentos no braço esquerdo, inclusive com fratura exposta, o antebraço da criança teve que ser amputado.

A íntegra da nota do HEDA:

“O paciente de iniciais C.A.F.C, 9 anos de idade, recebeu alta hoje, dia 11/08/18 da U.T.I do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, sendo encaminhado para clínica pediátrica do mesmo Hospital. A criança foi vítima de ferimentos por arma branca, dando entrada a esta unidade no dia 4 de agosto, em estado grave, com vários cortes pelo corpo, inclusive com o braço esquerdo decepado (fratura exposta). O paciente permaneceu durante uma semana na UTI, realizando todos os exames laboratoriais e procedimentos necessários, sendo acompanhado por uma equipe médica 24horas, dentre eles um cirurgião vascular e um ortopedista. Devido à gravidade da lesão do braço esquerdo, infelizmente o paciente teve o antebraço amputado”, diz a nota.

Comentários