Polícia

Defesa diz que assassino de Camilla tem problema mental

O pedido será julgado pela juíza Maria Zilnar Coutinho
Fonte: Redação Piauí Hoje | Editor: Alinny Maria 22/02/2018 09:50
Camila e Allisson Camila e AllissonFoto: Reprodução

A defesa do capitão da Polícia Militar, Alisson Wattson Nascimento, assassino confesso da estudante Camilla Abreu, ingressou com pedido na Justiça alegando Alisson sofre de insanidade mental. O pedido será julgado pela juíza Maria Zilnar Coutinho, da 2º Vara do Tribunal do Júri.

Nessa quarta-feira (20), a juíza solicitou ao diretor do presídio militar, onde Alisson está preso, para que informe no prazo de 24 horas sobre todas as medicações ministradas diariamente no policial. Além disso, a juíza pede ainda à prescrição médica bem e as datas de saída de Alisson para atendimento médico.

A audiência de instrução e julgamento do capitão acontece amanhã (23). Serão ouvidos, além do capitão, as testemunhas e os advogados de defesa e acusação. A juiza vai decidir se Alisson será julgado pelo Tribunal Popular do Júri.

Comentários