Cidade

Decretada a ilegalidade da greve do setor de radiologia do HUT

Fonte: FMS | Editor: Da Redação 12/04/2017 08:49
HUT HUTFoto: Reprodução/Google

O Tribunal de Justiça do Piauí decretou ilegal a greve dos profissionais do setor de radiologia do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e a volta imediata ao trabalho. O despacho foi do desembargador Sebastião Ribeiro Martins, acatando mandado de segurança da Fundação Municipal de Saúde.

Segundo despacho do TJ, a liminar foi concedida com base na lei 7.783/89 ,artigo 13, que diz ser obrigatório o comunicado da paralisação com 72 horas antes do início do movimento. As atividades do HUT também se enquadram como serviços de emergência. Na decisão do TJ ,o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina -Sindserm - e o Sindicato dos Técnólogos,Técnicos e Auxiliares em Radiologia -Sinttear- devem comunicar aos profissionais a volta ao trabalho sob pena de multa diária de R$ 20.000,00 e desconto dos dias parados.

Segundo a Fundação Municipal de Saúde, a paralisação causa sérios prejuízos à administração pública e aos pacientes que utilizam a rede pública de emergência. A greve teve início ontem, dia 11 de abril.

Comentários