Política Nacional

Datena desmente vídeo e diz que não vota em Bolsonaro

Conteúdo de vídeo foi manipulado e passou a ser replicado nas redes sociais
Fonte: noticias.uol.com.br | Editor: Paulo Pincel 03/10/2018 16:02
José Luiz Datena, da Band José Luiz Datena, da BandFoto: Reprodução

O apresentador José Luiz Datena, da TV Bandeirantes, desmentiu nesta quarta-feira (3) a autenticidade de um vídeo que circula nas redes sociais que associa a imagem dele a elogios ao candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro.

O vídeo original foi gravado e divulgado no início de julho deste ano com elogios ao candidato ao Planalto Geraldo Alckmin (PSDB), mas seu conteúdo foi manipulado e passou a ser replicado nas redes sociais, no início deste mês, como se os elogios tivessem sido direcionados a Bolsonaro.

No vídeo original, Datena afirma: "Eu não tenho muita coisa a falar do Geraldo a não ser que ele é um baita cara modesto. É um cara em que eu confio de verdade, mesmo. É um cara que trabalha como você, é um cara que luta por você", diz Datena no vídeo. "Como eu confio nele, confie também."

No vídeo falso, os manipuladores cortaram a primeira parte, em que o apresentador diz o nome do candidato do PSDB, e acrescentaram imagens de Bolsonaro sorrindo, em campanha.

Na época da gravação do vídeo original, Datena, havia se filiado ao DEM e se lançou pré-candidato ao Senado por São Paulo. Doze dias depois, porém, ele desistiu da candidatura.

À reportagem, Datena afirma que o vídeo é falso e que não vai declarar apoio a nenhum dos candidatos à Presidência. "Eu não voto em Bolsonaro, nem em [candidato do PT, Fernando] Haddad, nem em ninguém."

O vídeo falso passou a circular nas redes sociais depois que o apresentador entrevistou o candidato do PSL no hospital Albert Einstein, em São Paulo. A entrevista foi ao ar no dia 28 de setembro, um dia antes de o candidato receber alta hospitalar e viajar ao Rio de Janeiro, onde permanece em repouso ao lado da família.

Na entrevista, Bolsonaro afirmou que não aceitaria "resultado das eleições [que fosse] diferente" de sua vitória e fez duras críticas ao seu vice, o general Antônio Hamilton Mourão, que se envolveu em polêmicas ao criticar ao 13º e férias ao trabalhador. "Falei, sim, para ele ficar quieto. Afinal de contar, está atrapalhando realmente", afirmou.

Principal estrela da Band, ele iniciou a sua carreira como jornalista esportivo na EPTV, afiliada da TV Globo em Ribeirão Preto (SP), ainda nos anos 1980. Teve passagens na Globo São Paulo, Record, Rede TV! e Band, com longa em programas policiais.

Em 2015, ele chegou a anunciar a pré-candidatura a prefeito de São Paulo pelo PP, de Paulo Maluf, mas surpreendeu ao desistir da disputa enquanto apresentava o programa na rádio Bandeirantes, em janeiro de 2016.

Comentários