Esportes

Damião apresentado como reforço no ataque do Flamengo

"Tem que cair para levantar. Sou um cara forte"
Fonte: Globo Esporte 14/07/2016 13:58 - Atualizado em 21/11/2016 03:20

Da explosão em 2011 e 2012 no Internacional ao ostracismo, Leandro Damião iniciou nesta quinta-feira uma nova página de sua trajetória. O atacante foi apresentado como reforço do Flamengo disposto a reencontrar o futebol que projetou internacionalmente e o levou à seleção brasileira. E, para isso, terá de vencer a concorrência com Guerrero, hoje titular absoluto da camisa 9 rubro-negra.
- Tomei muitas pancadas na minha vida. Tem que cair para levantar. Sou um cara forte. Sobre a posição, sobre jogar ou não, vou deixar para o treinador. Vou buscar meu espaço e quero ajudar o Flamengo. Estou preparado - garantiu ele, que vai vestir a camisa 18 e ainda não tem previsão de estreia.


Confira outros trechos da coletiva de Leandro Damião:

Jogar ao lado de Guerrero

Já vi isso no futebol brasileiro (dois centroavantes juntos), no internacional também. Tudo se adapta, tem que ser em prol do Flamengo e com o Flamengo ganhando tudo será melhor. Grafite e Dzeko foram campeões juntos no Wolfsburg, os dois fazendo gols.

Vontade

Sei o respeito que impõe essa camiseta. Venho trabalhando muito e quero mostrar minha capacidade. Sou um jogador de grupo. Estou no ápice da minha forma física e quero treinar bem para voltar aos trilhos e buscar títulos.

Disputa por posição

Queria ser o treinador para ter um elenco desses, com vários jogadores para diversas posições. É bom para o treinador mudar e manter o padrão. Sou um jogador de área que briga muito. Na minha carreira também dei muitas assistências. Quero sempre ajudar a equipe.

Forma física

A preparação física me deixou fininho e forte. Venho preparado fisicamente para ajudar quando jogar. Tive lesões que me atrapalharam, mas hoje vai ser difícil isso acontecer de novo.

Predestinado

Não era nem nascido, e meu pai colocou o nome Leandro por causa do grande lateral, ídolo. Meu pai muito fanático por futebol, ele tinha o lateral do Flamengo como ídolo. Meu pai ficou todo emocionado por eu estar vestindo a camiseta de um time que lá atrás ele já havia pensado em tudo. Meu nome era para ser Cosme Damião.

Possível ida para o Vasco

Teve muita coisa que falaram, mas elas não aconteceram. As pessoas que me procuraram me mostraram coisas, e estou muito feliz aqui no Flamengo. Pela conversa que tivemos, pelo grande elenco que temos e um treinador bastante capacitado. Isso me deu muito interesse e na hora falei com meu empresário que queria vir para cá.

Comentários