Saúde

Crianças com microcefalia recebem atendimento multiprofissional

1º Mutirão de Atendimento acontece dia 25 na Maternidade Dona Evangelina Rosa
Fonte: CCOM | Editor: Redação 23/11/2017 11:46
Maternidade Dona Evangelina Rosa Maternidade Dona Evangelina RosaFoto: Elis Pegado

Acompanhar e cuidar das crianças, em todas as fases, seja qual for o desafio. É com esse objetivo que o Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, realiza o 1º Mutirão de Atendimento às Crianças com Microcefalia, que acontece neste sábado (25), das 7h30 às 17h na Maternidade Dona Evangelina Rosa (Instituto de Perinatologia). “Com assistência multiprofissional e social, o Mutirão de atendimento às Crianças com Microcefalia é mais que dedicação, é o compromisso de se cuidar, por todos os dias, de todos os piauienses”, diz Florentino Neto, secretário de Estado da Saúde.

As crianças serão atendidas por oftalmologistas, pediatras, nutricionistas, assistentes sociais, enfermeiras e fisioterapeutas que também receberão avaliação clínica e assistência em exames oftalmológicos, avaliação função motora, consumo alimentar, dentre outros serviços.

As famílias também receberão esclarecimento diagnóstico das crianças em investigação, orientações sobre a inclusão nos programas de assistência social e INSS, além de atendimento do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil – PI e Defensoria Pública do Estado. O Mutirão é uma estratégia de ação para o fortalecimento da atenção à saúde e da proteção social de crianças com microcefalia.

Segundo o diretor da Unidade de Atenção e Vigilância em Saúde, Herlon Guimarães, o envolvimento e a junção de força entre os órgãos públicos desde o começo possibilitou que o número de casos de microcefalia no Piauí seja reduzido em relação a outros estados. “Não queríamos ter nenhum caso, mas tivemos de uma forma controlada. A ciência ainda não conhece a cura para o vírus, mas conhece como combater o vetor e isso demonstra que o Piauí realiza ações efetivas no combate ao vetor Aedes aegypti. O Estado está em constante vigilância”, completa o diretor.

A ação acontece em parceria da Secretaria de Estado da Saúde, com Secretaria de Estado da Assistência Social, Ministério Público, OAB-PI, Defensoria Pública, INSS e Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

Microcefalia

O Piauí conta com Centro de Referência de Microcefalia na Maternidade Dona Evangelina Rosa cuja principal finalidade é realizar o diagnóstico das crianças suspeitas de microcefalia, bem como acompanhamento e encaminhamento das crianças com esta condição para os Centros de Reabilitação do Estado. Atualmente o Piauí possui 113 crianças com diagnóstico confirmado de microcefalia e oito em processo de investigação, em 54 municípios.

Comentários

Matérias Relacionadas