Polícia

Criança filma estupro da prima de 10 anos pelo amante da avó

Francisco Nascimento foi preso em flagrante em Floriano após o crime
Fonte: Polícia Civil | Editor: Paulo Pincel 21/11/2017 14:00
Francisco Fábio Ferreira do Nascimento preso por estupro Francisco Fábio Ferreira do Nascimento preso por estuproFoto: Reprodução

Francisco Fábio Ferreira do Nascimento, 39 anos, está preso desde sábado (18), na Penitenciária Gonçalo de Castro Lima - “Vereda Grande”, em Floriano, graças a iniciativa de uma adolescente de 12 anos, que decidiu filmar a tentativa de estupro praticada pelo acusado contra uma prima, de 10 anos, na casa onde a criança morava, no bairro Meladão. A vítima chegou a denunciar o abuso para um familiar, que não acreditou na criança. Francisco é o companheiro da avó materna da criança molestada.

Francisco teria molestado a menina, inclusive tocado nas partes íntimas da criança, um pouco mais cedo. A vítima conseguiu se livrar do tarado e contar a história para uma pessoa da família, que não acreditou. A prima e menina abusada decidiram, então, flagrar as investidas do estuprador, segundo o delegado titular da Delegacia Regional da Polícia Civil de Floriano, Francisco de Assis Carvalho.

Segundo o depoimento da criança, no sábado Francisco já a estava perturbando, fazendo propostas. "A criança, então, resolveu comentar com um familiar que não acreditou, razão pela qual a prima dela, de 12 anos, gravou os atos e mostrou para os demais familiares que denunciaram o crime para a polícia", contou o delegado.

Segundo o delegado, a Polícia Civil recebeu a denúncia na noite de sábado e imediatamente foi à casa de Francisco Nascimento e o autuou por estupro. “Quando chegou aqui na nossa delegacia, nós, devido à gravidade do fato, tivemos o cuidado de deixar as crianças separadas. Nós chamamos o Conselho Tutelar, a família e colhemos os depoimentos em salas separadas, onde conseguimos constatar, com o depoimento da criança e da adolescente, caiu como uma luva daquilo que víamos no vídeo, então não restou mais nenhuma dúvida para que a gente, da Polícia Civil, autuasse o Francisco, em função tanto do vídeo como do sistema de informação colhido separadamente", acrescentou Francisco Carvalho.

Depoimentos

“Na versão da vítima, desde cedo da tarde, ele a estava molestando. Ela teria falado para alguém da família, mas não acreditaram nela. Então, a prima conseguiu filmar ele pegando nas pernas dela, na vagina. Aqui temos o estupro de vulnerável consumado pelos atos libidinosos, e nós já requisitamos [o exame para constatar o estupro]”, disse o delegado.

Jocirlane dos Santos, do Conselho Tutelar de Floriano, afirmou que nas filmagens é possível ver claramente o estupro sendo consumado. A conselheira contou que é possível ver a vítima sentada na cama e o acusado colocando o órgão genital para fora e pegando nas partes íntimas da criança.

Ao perceber que estava sendo filmado, Francisco Nascimento se irritou e chegou a agredir as crianças. “A menor contou para a prima que ele tinha oferecido dinheiro para fazer saliência [sexo] com ela; foram essas as palavras dela. Então, a de 12 pegou o celular de outra prima, que é mais velha, e resolveu filmar, nem ela acreditou nisso”, relatou Jocirlane dos Santos, ressaltando que o Conselho Tutelar acompanha as investigações inclusive e disponibilizando assistência psicológica para vítima e família.

Versão do suspeito

O acusado Francisco Nascimento, em depoimento ao delegado Francisco de Assis Carvalho, afirmou que estava arrependido e que não se lembrava de nada, pois estava embriagado.

Comentários