Geral

"Corso é a maior festa popular do Estado", ressalta Firmino Filho durante desfile

O prefeito destaca que o Corso do Zé Pereira é moldado pela população de Teresina a cada ano
Fonte: PMT | Editor: Redação 04/02/2018 08:34

Teresina viveu, neste sábado (03), o Corso do Zé Pereira 2018. O prefeito Firmino Filho acompanhou toda a festa, desde a abertura com o desfile das majestades do Carnaval de Teresina, o Bandão formado por alunos de música dos projetos da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, até o desfile de caminhões e paredões de som. Firmino ressalta que a cada ano a população recria o evento.


"A população é que faz o Corso, essa festa popular. Tivemos um bandão da Fundação Cultural, as majestades do Carnaval, com a sequência dos caminhões e os paredões. O Corso é como a fervura na cozinha: vai pegando quentura até a ebulição total. É uma festa democrática. Muita gente fantasiada, famílias inteiras, muita criança e todos brincando de forma sadia, não houve nenhum incidente mais sério. Isso demonstra que as pessoas vieram para a avenida com o único propósito de brincar. O Corso é a maior festa popular do Estado e a Prefeitura, a cada ano, trabalha para torná-la melhor", disse o prefeito Firmino Filho.


O prefeito percorreu todo o trajeto da avenida Raul Lopes, conversando com as pessoas e visitando os camarotes das emissoras de TV. Sem nenhum incidente mais grave registrado, o gestor destacou que a estrutura levada para a avenida ajudou nessa prevenção. Segundo ele, a presença das polícias e a estrutura de atendimento montada pela Fundação Municipal de Saúde deram todo suporte ao folião.


O Corso 2018 inovou com a presença dos paredões de som. A participação deles foi definida em comum acordo com o Ministério Público. Também inovou em segurança. A Polícia Militar trabalhou com a tecnologia dos drones para monitorar a avenida, montou um quartel, e distribuiu efetivo ao longo do percurso, contribuindo para garantir a segurança da população.


Tags: firmino filho, corso, zé pereira, carnaval 2018, caminhões, paredões, segurança

Comentários