Geral

Corso 2019: oito pessoas foram conduzidas à Central de Flagrantes

A Secretaria de Segurança considerou tranquila a festa, sem graves ocorrências ou pessoas feridas
Fonte: SSP-PI | Editor: Alinny Maria 24/02/2019 08:08
Centro Integrado de Comando e Controle Centro Integrado de Comando e ControleFoto: Divulgação SSP

O Corso de Teresina, ocorrido nesse sábado (23), arrastou cerca de 230 mil pessoas para a avenida Raul Lopes. A Secretaria de Segurança Pública do estado Piauí garantiu a segurança dos foliões e monto um Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). Ao todo, oito pessoas foram conduzidas para a Central de Flagrantes e os registros Boletim de Ocorrência foram relacionados a crime patrimonial, como furtos de celulares. O Corpo de Bombeiros atendeu seis ocorrências no evento.

A segurança foi garantida com a presença de quase mil agentes de segurança na avenida, entre policiais Militares, Civis e Corpo de Bombeiros, 10 câmeras de monitoramento, drones, viaturas, motocicletas e equipe da cavalaria. Além de 20 elevados da Polícia Militar com 20 policiais em cada.

O coordenador do CICC, Major Audivam Nunes, garantiu que as expectativas foram alcançadas. ´´Saiu tudo como planejado pela equipe de segurança, o efetivo foi bem aplicado durante todo o percurso da avenida e não tivemos ocorrências de maior gravidade, nem pessoas feridas, os boletins de ocorrência registrados no centro integrado foram sobre furtos de celulares e documentação perdida.” Ressaltou o Major.

Com relação às conduções, o delegado Luciano Alcântara, da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), esclareceu o procedimento adotado. “Nós encontramos trouxas de cocaína e R$ 300 em dinheiro trocados em posse dos detidos, que foram conduzidos para central de Flagrantes, passaram por registros de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberados em seguida.”, concluiu o Delegado Luciano.

Comentários

Apoio: