Geral

Corpo é transportado em caminhonete por falta de viatura do IML

O corpo de um homem assassinado em Nazária, foi levado para o IML em Teresina numa carroceria de caminhonete
Fonte: Redação Piauí Hoje | Editor: Alinny Maria 12/03/2019 08:18
Corpo é levado em caminhonete por falta de viatura do IML Corpo é levado em caminhonete por falta de viatura do IMLFoto: Reprodução/WhatsApp

Por falta de viaturas do Instituto de Medicina Legal (IML), o corpo de Francis Mário Batista de Almeida, 36 anos, morto a tiros durante briga em um bar no município de Nazária, a 30 km de Teresina, foi transportado na carroceira de uma caminhonete para a sede do IML em Teresina no domingo (10).

O Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Piauí (Sindiperitos-PI) denuncia que o Estado tem apenas três viaturas para realizar a remoção de corpos, sendo que uma delas é a caminhonete que foi usada para remover o corpo de Francis. As outras duas viaturas são próprias para este serviço.

O Sindicato diz ainda que a caminhonete não é adequada para esse tipo de transporte e que o veículo foi improvisado para suprir a demanda.

Comentários

Apoio: