Geral

Coren-PI entrega leite em pó doados durante cursos

Cada participante de curso doou 400 g de leite em pó no ato do credenciamento
Fonte: Assessoria | Editor: Paulo Pincel 20/12/2018 10:45
O leite foi doado para várias instituições O leite foi doado para várias instituiçõesFoto: Assessoria/Coren-Pi

A manhã de quarta-feira (19) foi de amor, solidariedade e doação para o Conselho Regional de Enfermagem do Piauí,. A presidente do Coren-PI, Tatiana Melo Guimarães, entregou alimentos doados durante os cursos promovidos pelo Conselho aos profissionais de Enfermagem.

Os cursos tinham como objetivo ofertar a enfermeiros, técnicos e auxiliares, aperfeiçoamento na prática da enfermagem, uma das propostas da gestão atual do Conselho. Além de oferecer a comunidade, conhecimento e aprendizado sobre os mais diferentes temas pertinentes à profissão, esses cursos tem também a finalidade de proporcionar ao Conselho a realização de ações sociais que contribuem com instituições de caridade e com o bem da sociedade.

Ofertados de forma gratuita, o profissional de enfermagem participante deveria doar apenas 400g de leite em pó no ato do credenciamento. Todas as doações arrecadadas foram destinadas a Casa Reencontro, que acolhe crianças carentes em situação de abandono ou vulnerabilidade social, e ao Abrigo de Idosos Manain.

Tatiana Guimarães, presidente do Coren-PI, realizou pessoalmente a entrega dos donativos e afirmou que o bem não é feito apenas para quem recebe, mas também para quem doa. “Essas doações são fruto do que arrecadamos durante os cursos realizados pela nossa gestão. Em outros momentos, produtos de higiene e de limpeza foram doados também. Agora escolhemos o leite em pó por se tratar de um alimento fundamental e procuramos dividir o arrecadado entre uma instituição que assistisse crianças carentes e outra que assistisse idosos. Hoje viemos realizar a entrega e saímos daqui mais agradecidos do que nunca em poder olhar para as pessoas que mais precisam e ajudar um pouco. Saímos renovados”, disse Tatiana.

Entidades

A Casa Reencontro é uma entidade pertencente a Prefeitura Municipal de Teresina. A casa de acolhimento atualmente abriga 33 crianças carentes e desenvolve com as mesmas, o trabalho social, psicológico e o acompanhamento familiar, além de auxiliar também no processo educacional.

Leilanny Lopes é psicóloga da Casa Reencontro e explica que além de ser mantida pela Prefeitura de Teresina, a Casa recebe também doações. “Nosso trabalho aqui é bem intenso e dinâmico. Acolhemos crianças em situação de negligência por parte da família e procuramos desenvolver o acompanhamento familiar para que um dia, essas crianças possam ir ao encontro dos pais. Temos profissionais especializados para trabalhar esse acompanhamento e oferecer às crianças, o que elas mais precisam que é amor, carinho e afeto”, disse. A psicóloga aproveitou a oportunidade para agradecer as doações recebidas por parte do Coren-PI e afirmou que a iniciativa em ajudar quem precisa é um gesto nobre.

Já o Abrigo de Idosos Manain é um projeto idealizado pela Dona Ana Maria em parceria com sua filha Cristiane e é mantido por meio de doações. Localizado no Bairro Porto Alegre, a casa possui cerca de 38 idosos e conta com 25 funcionários que se dividem entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, cuidadores, zeladores e serviços gerais.

Cristiane explica que todo um trabalho é realizado com esses idosos, proporcionando acima de tudo, cuidado, conforto e afeto. “Procuramos fazer o melhor por cada um deles. Realizamos um serviço de cuidado intenso e vamos sobrevivendo com a ajuda de doações. Nosso consumo é grande e as despesas bem altas. Esse leite chegou em boa hora e vai nos ajudar demais. Fico extremamente feliz e agradecida em poder contar com vocês”, agradeceu.

Dona Joana, mais conhecida como Tia Joaninha, é uma das moradoras do abrigo. Ela destacou que é uma alegria muito grande contar com pessoas que ajudam a entidade e aproveitou para agradecer as doações recebidas. “Agradeço todos os dias ao Pai por ele ajudar a mim e aos meus irmãos aqui nessa casa. Como é bom encontrar pessoas que fazem o bem sem olhar a quem, e que o pouco que tem, fazem questão de dividir conosco. É por isso que eu não tenho palavras para agradecer a Deus as maravilhas que ele me concede todos os dias”.

Comentários