Geral

Conselho Tutelar entrega à juíza da Vara da Infância e Adolescência relatório sobre bebê mutilado pelo pai

O relatório será decisivo para o destino de Vitório Gabriel, de 1 ano, que foi mutilado pelo pai
Fonte: Paulo Pincel 22/04/2018 13:03
Vitório Gabriel perdeu todo o lábio inferior Vitório Gabriel perdeu todo o lábio inferiorFoto: Divulgação

A conselheira Maria do Carmo Braz Lima, do Conselho Tutelar da zona Sul, vai entregar nesta segunda-feira (23) à juiza Maria Luíza de Moura Mello e Freitas, da 1ª Vara da Infância e Adolescência, o relatório da investigação sobre a agressão ao bebê Vitório Gabriel, de 1 ano, que teve o lábio inferior arrancado a dentadas pelo pai, Francisco das Chagas Vieira Batista, que está preso. O relatório será decisivo para que a Justiça decida o destino do pequeno Vitório, que continua internado no Hospital de Urgência de Teresina ainda sem previsão de alta.

“Nosso relatório está pronto, mas acredito que a juíza só tomará alguma posição depois do inquérito policial. Como o bebê está aos cuidados da saúde, está tudo tranquilo para que se aguarde todas as investigações”, adiantou Maria do Carmo.

A conselheira não quis comentar a situação da mãe do bebê, que está na casa de familiares, no Parque Vitória, em Teresina, com os outros dois filhos. “Não posso dizer que a mãe foi conivente ou omissa porque na hora que ela percebeu os ferimentos procurou logo um hospital, mas a gente detectou negligência porque ela já estava ingerindo bebida alcoólica só com um mês de vida do seu bebê”

A mãe, que tem a identidade mantida em sigilo, não está acompanhando o filho no HUT. “Não é porque ela quer ficar afastada, não. É porque ela não tem condição nenhuma de acompanha-lo [...] Caso queira retirar a guarda da mãe, ela terá que investigar todo o histórico da situação e saber se a avó ou a tia da criança querem e podem ficar com ela... tem todo um processo que será iniciado”, explicou Maria do Carmo.

Comentários