Saúde

Com medo da Influenza A famílias buscam vacinas em clínicas e hospitais particulares de Teresina

Os estoques em alguns desses estabelecimentos já estão quase no fim de tanta procura
Fonte: FMS | Editor: Paulo Pincel 04/05/2018 08:40
Gravidas precisam tomar a vacina da H1N1 Gravidas precisam tomar a vacina da H1N1Foto: Imagem ilustrativa

Os pais de alunos de escolas particulares de Teresina estão buscando vacinar seus filhos com a Influenza A (H1N1) em clinicas e hospitais particulares. A procura é tanta que já falta vacinas em vários desses estabelecimentos. As famílias estão sendo orientadas para que as crianças e adolescentes que estiverem gripados ou com algum dos sintomas, como febre, dor de cabeça, tosse, coriza, calafrios e dor muscular, devem permanecer em casa, sob cuidados, até a completa recuperação.

Em Teresina, já são sete casos de Influenza A confirmados pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Desses, apenas uma paciente permanece internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), com a infecção debelada. Outros 52 casos de pessoas que apresentaram os sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave foram medicadas e continuam aguardando o resultado dos exames, que podem demorar duas semanas para ser conhecido.

Uma das mais tradicionais escolas particulares da capital divulgou carta aos país, com as recomendações, depois da suspeita de que um aluno da educação infantil foi contaminado com o vírus H1N1, da Influenza A. A criança, segundo a direção a escola, permanece em casa, sob cuidados dos pais e em plena recuperação.

Como a dose da vacina é cara, entre R$ 150 e R$ 180, muitos pais estão buscando os postos de saúde do município e do Estado para tentar vacinar os filhos. É importante saber que a vacina está disponível gratuitamente nesses locais apenas crianças com idade entre seis meses e cinco anos até o dia 1º de junho, nas 100 salas de vacina do município. O “Dia D de Mobilização, no próximo dia 12 de maio, a FMS espera uma grande procura pela vacina nesses postos. A vacina protege contra os vírus Influenza tipo B, A H1N1 e A H3N2.

Outros públicos também podem ser vacinados de graça, como adolescentes com 12 a 21 anos, sob medidas socioeducativas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional; idosos com 60 anos ou mais; gestantes e puérperas; trabalhadores da saúde; povos indígenas; pessoas doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; e professores das escolas públicas e privadas.

A FMS orienta que a pessoa que apresentar algum dos sintomas da Influenza A deve procurar um médico para o diagnóstico. Nesse intervalo, deve ingerir bastante liquido. A FMS recomenda o uso de álcool gel nas mãos para evitar a contaminação. Pessoas acamadas, em recuperação, que não podem se deslocar aos postos para se vacinar, devem ligar para o número 3215 7736 para agendar a visita das equipes da FMS para que elas sejam vacinadas em casa.

Comentários