Política

Câmara cria grupo para tratar de Centro de Recuperação de Agressores em THE

O vereador Venâncio afirmou que o debate se faz cada vez mais necessário
Fonte: Ascom | Editor: Da Redação 06/03/2018 16:07
Debate na Câmara Debate na CâmaraFoto: Ascom

A Câmara Municipal de Teresina, realizou, na manhã desta terça-feira (6), uma audiência pública para debater sobre reeducação e recuperação dos homens que praticam atos ofensivos à integridade das mulheres. A audiência foi proposta pelo vereador Venâncio Cardoso (PROGRESSISTAS).

A discussão girou em torno de elementos necessários e eficazes para que a reeducação e recuperação seja uma política pública do município de Teresina. Além disso a audiência aproveitou a oportunidade para debater outros tipos de assistência e novas forma de políticas públicas para evitar a violência de gênero.

Como encaminhamento final, foi acordado a criação de um grupo de estudos para analisar a possibilidade de criar um Centro de Recuperação de Agressores em Teresina.

O vereador Venâncio afirmou que o debate se faz cada vez mais necessário, pois de acordo com ele, homens que não recebem uma reeducação, em muitos casos, voltam a agredir suas companheiras.

“É comum ouvirmos que um agressor voltou a agredir sua nova companheira. Primeiro que ele não passou por um processo de reeducação, segundo que na maioria dos casos, essas novas companheiras nem mesmo sabem que aquele é um homem violento. Essa audiência é no sentido de acumularmos debate para enfrentar essa questão da melhor forma”, explicou.

Na audiência, a secretária municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Macilane Gomes, apresentou dados sobre a percepção machista dos homens com relação ao comportamento da mulher e apresentou e explicou a importância de campanhas realizadas em Teresina como a do Laço Branco e a Lei Maria da Penha em Cordel nas Escolas. “O objetivos dessas campanhas é realizar um trabalho preventivo através da educação”, disse.

Várias mulheres que trabalham a pauta da violência contra a mulher em Teresina marcaram presença na audiência, entre elas: a deputada estadual Flora Izabel (PT), as vereadoras Graça Amorim (MDB), Teresa Britto (PV), Teresinha Medeiros (PSL) e Cida Santiago (PHS); Maria Laura Reis, secretária-geral do GPTrans, a delegada Vilma Alves e a secretária municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Macilane Gomes.

O primeiro encontro do novo grupo de estudos está marcado para a segunda quinzena de março.

Comentários