Política

Cleandro Moura diz que sempre foi contra a PEC dos Procuradores suspensa pelo Supremo

Liminar do Supremo Tribunal Federal tornou inconstitucional a lei aprovada no Piauí
Fonte: `Paulo Pincel | Editor: Paulo Pincel 11/05/2017 15:00
Procurador-geral de Justiça do Estado, Cleandro Moura Procurador-geral de Justiça do Estado, Cleandro MouraFoto: Paulo Pincel

O procurador-geral de Justiça, Cleandro Moura, afirmou que sempre foi contra a Proposta de Emenda Constitucional aprovada pela Assembleia Legislativa, impedindo promotores de Justiça de concorrerem ao cargo de procurador-geral.

“É muito importante que se esclareça isso, até porque desde o início nós lutamos contra esta PEC, que estava em votação na Assembleia e foi aprovada. Fizemos a representação na Procuradoria Geral da República, ao procurador-geral, Rodrigo Janot, com a proposta uma ação direta de inconstitucionalidade, que saiu ontem à noite, É uma liminar considerando inconstitucional emenda e permitindo que promotores de Justiça cheguem à chefia da instituição”, explicou.

O processo, segundo Cleandro Moura, permanece como antes, com os promotores de Justiça votando e podendo ser votados. “A democracia plena foi assegurada. Os promotores poderão tanto voltar quanto serem escolhidos. E o governador permanecerá com seu amplo direito de escolha”, comemorou.

Afastamento

O procurador-geral Cleandro Moura vai se afastar do cargo nesta sexta-feira (12) para concorrer à reeleição. “Estamos nos afastando amanhã por conta da previsão legal de 30 dias previsto na legislação. Espero que a campanha seja satisfatória”.

Comentários