Política

Cícero Magalhães elogia governos Lula e Wellington Dias

Deputado diz haver uma “dor de cotovelo” na oposição, pela aceitação dos petistas
Fonte: Alepi | Editor: Paulo Pincel 14/03/2018 17:04
Deputado Cícero Magalhães (PT) Deputado Cícero Magalhães (PT)Foto: Caio Bruno/Alepi

O deputado Cícero Magalhães (PT) defendeu o governador Wellington Dias das críticas da oposição em relação a um empréstimo junto à Caixa Econômica, afirmando que o governador é honesto e que é assim que a população do Estado o reconhece, pelas realizações que tem feito, construindo inclusive obras solicitadas pela oposição. Segundo o deputado, o governador costuma dizer que importante é trabalhar muito, apanhar muito e sair sorrindo. Ele disse haver uma “dor de cotovelo” na oposição, pela aceitação que tem o governador em todo o Estado.

O deputado João Madison (MDB) ofereceu aparte, acusando a oposição de ter inventado irregularidades na prestação de contas do empréstimo junto à Caixa Econômica, quando o governador apenas solicitou a devolução, para corrigir alguns erros. Para João Madison, somente a Caixa pode dizer se a prestação de contas do empréstimo está errada, e não o Tribunal de Contas do Estado.

Na segunda parte de seu discurso, Cícero Magalhães defendeu o ex-presidente Lula, que segundo ele, durante sua gestão, fez o povo feliz, tirando 40 milhões de pessoas da linha de pobreza e por isso mesmo está sendo indicado para receber o Prêmio Nobel da Paz. Magalhães disse ser contrário à prisão de Lula, por não haver provas de que o Triplex seja dele.

O deputado Aluísio Martins (PT) também ofereceu aparte, dizendo não ser contrário a investigações, mas sim à desigualdade de tratamento, pois é sabido que existem políticos denunciados que ainda não foram condenados. O deputado citou o ministro Roberto Barroso, que disse não estar havendo o mesmo rigor em outros casos investigados.

Cícero Magalhães concluiu seu discurso afirmando que se Lula for preso a ONU o considerará preso político, por ser o político mais respeitado no Brasil e no mundo inteiro e por isso mesmo irá às últimas consequência, podendo se eleger no primeiro turno, mesmo estando preso.

Comentários