Nacional

Caso da indução de criança ao suicídio no Piauí ganha repercussão nacional através do site Brasil 247

A menina mora no bairro Cristo Rei, na zona Sul de Teresina
Fonte: Luiz Brandão | Editor: Da Redação 09/01/2017 09:39
Caso se repetiu no interior Caso se repetiu no interiorFoto: Divulgação

Ganhou repercussão nacional, através do site Brasil 247, um dos mais lidos no País, o caso da menina teresinense, de 11 anos, vítima de um dos grupos que usa a Internet e o aplicativo WhatsApp para induzir pessoas, inclusive crianças, ao autoflagelo, sofrimento e ao suicídio.

O caso foi denunciado neste domingo (8), em reportagem assinada pelos jornalistas Luiz Brandão e Samuel Brandão no portal PIAUÍ HOJE.

A menina mora no bairro Cristo Rei, na zona Sul de Teresina.

Em outubro do ano passado, a família começou a estranhar o comportamento dela e descobriu riscos e arranhões nos pulsos, uma orientação do grupo para que possa seguir e passar à fase seguinte, como num jogo de vídeo game.

Em dezembro, o pai descobriu que ela havia sido adicionada num grupo com nome de "Pensamento Suicida", que induz e incentiva as pessoas ao sofrimento e ao suicídio.

O grupo tem muitos adolescentes participando do "jogo" e é apenas um dos muitos existentes em todo país e no mundo.

Confira a matéria do Brasil 247

Grupo induz crianças ao sofrimento e ao suicídio

Comentários