Política Nacional

Carlos Bolsonaro ataca General Mourão e sugere traição

"Se não visse, não acreditaria...este jogo está muito claro", escreveu o vereador
Fonte: Congresso em foco | Editor: Paulo Pincel 23/04/2019 19:58

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC) atacou o vice-presidente Hamilton Mourão e sugeriu que ele é desleal ao seu pai, o presidente Jair Bolsonaro. Carlos reproduziu trecho de um convite para uma palestra com Mourão na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. No texto, o vice é apontado como "voz da razão e moderação" de um governo mergulhado em crise. "Se não visse, não acreditaria que aceitou com tais termos. Este jogo está muito claro", escreveu o vereador no Twitter.

Ele também destacou um comentário crítico a Bolsonaro, feito nas redes sociais pela jornalista Rachel Sheherazade, curtido pelo vice-presidente. "Tirem suas conclusões", afirmou o filho do presidente. Na publicação, a jornalista elogia a participação de Mourão no debate na universidade norte-americana. "O vice mostrou como ele e o presidente são diferentes: um é o vinho, o outro, vinagre". A curtida, assim como o próprio convite, é um dos pontos que embasam o pedido de impeachment do vice, apresentado pelo deputado Pastor Marco Feliciano (Podemos-SP), vice-líder do governo no Congresso.

Antes dessas duas publicações, Carlos já havia tomado partido contra Mourão em duas oportunidades nessa segunda-feira (22). Em ambos os casos, saiu em defesa do escritor Olavo de Carvalho. No fim de semana, o vereador e o canal de Bolsonaro no Youtube reproduziram vídeo de Olavo com críticas a militares. Na gravação, Olavo diz que eles só fizeram "cagada" nas últimas décadas e entregaram o Brasil ao "comunismo".

Comentários

Apoio: