Polícia

Presos por tentar fraudar concurso são soltos após pagamento de fiança

As provas para o concurso da Polícia Civil do Piauí aconteceram nesse domingo
Fonte: Polícia Civil | Editor: Alinny Maria 11/06/2018 09:51
Otto Silva Ferreira Otto Silva FerreiraFoto: Polícia Civil

Duas pessoas foram presas por tentar fraudar o concurso da Polícia Civil do Piauí na manhã de ontem (11), em Teresina. De acordo com a delegada Alexandra Santos, as provas ocorreram dentro da normalidade, dos mais de 21 mil candidatos inscritos, 18 mil comparecem aos locais de provas e dois foram presos em flagrante por tentativa de fraude. A delegada garante que não houve vazamento de gabarito.

Um dos candidatos presos é um guarda municipal de Pernambuco identificado como Otto Silva Ferreira, de 41 anos, e foi flagrado dentro da sala com um caderno de prova que pretendia trocar pelo caderno de prova do concurso da Polícia Civil e levar para casa. Já o outro não teve a identidade revelada, foi flagrado com um texto de apoio, que provavelmente seria usado na redação.

Os dois foram conduzidos para a sede do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e autuados por tentativa de fraude. Os dois pagaram fiança e foram liberados, porém irão responder em liberdade.

“Para que tudo ocorresse dentro da normalidade, foi montado um forte esquema de segurança com Mais de 40 equipes compostas por delegados, agentes, escrivães, com mais de 200 policiais distribuídos nos pontos de aplicação de prova. Ontem foram aplicadas três tipos de prova, houve um forte esquema de fiscalização da gráfica, já tínhamos um banco de dados, disponibilizamos um número para denúncia, isso contribuiu muito”, diz a delegada.

Comentários