Saúde

Câncer de próstata: saiba a importância da prevenção

Hábitos saudáveis e exames anuais podem evitar a doença, que hoje é um dos tumores mais comuns em homens no mundo
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 10/11/2018 13:30
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativaFoto: Reprodução

Novembro é o mês da campanha de prevenção do câncer de próstata. O tumor é considerado um dos mais comuns em homens a partir de 50 anos de idade. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa é que o Brasil totalize 61,2 milhões de casos diagnosticados.

Estudos americanos também revelam que, um em cada seis homens americanos desenvolverá a doença no decorrer da vida. Porém, apenas um em cada 35 morrerá em decorrência do tumor.

Atualmente o câncer de próstata é responsável por 10% do índice de mortes ocasionada por canceres em pacientes do sexo masculino e apesar de ser uma doença que atinge um número maior homens mais velhos, médicos afirmam que não existe idade certa para desenvolver com o tumor.

“Em seu estágio inicial a doença pode ser silenciosa. Em casos avançados, o tumor pode causa dificuldades para urinar, sensação de não conseguir esvaziar completamente a bexiga, presença de sangue na urina e, em alguns casos, dor óssea na região das costas”, explica o urologista Vinicius Meneguette o urologista.

+ Crianças devem influenciar na escolha do destino da viagem, dizem pais

Como prevenir

Histórico familiar em pai ou irmão antes dos 60 anos pode aumentar de 3 a 10 veze o risco de se ter a doença, se comparado à população em geral. Além do histórico familiar, o câncer de próstata pode se manifestar devido a hábitos alimentares ou estilo de vida.

“Dietas ricas em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura. Atividades físicas diárias ou caminhadas, pouco consumo de álcool e não tabagismo colaboram na prevenção da doença. Além da alimentação e hábitos saudáveis, os exames também são fundamentais na prevenção. Homens a partir de 40 anos devem realiza-los anualmente”, enfatiza o médico

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o diagnóstico antecipado de um câncer compreende duas estratégias diferentes: uma destinada ao diagnóstico em pessoas que apresentam sinais iniciais da doença (diagnóstico precoce) e outra voltada para pessoas sem nenhum sintoma e aparentemente saudáveis (rastreamento).

Por isso é fundamental que todos, sem nenhuma exceção, façam a prevenção e exames uma vez por ano, principalmente a partir dos 45 anos.

Comentários