Geral

Câmaras Setoriais estimulam economia e desenvolvimento no Piauí

As 24 câmaras aproximam setores da economia e poder público para planejamento de ações estratégicas.
Fonte: Governo do Piauí | Editor: Redação 23/11/2017 14:40

Com o objetivo de ampliar o desenvolvimento socioeconômico do Piauí, o Governo do Estado tem estimulado a criação de Câmaras Setoriais. Elas funcionam como estratégia de articulação e negociação entre o poder público e a sociedade civil, um canal direto com o governador, sem intermediários. Por meio delas, são levados todos os diagnósticos daqueles que vivenciam o dia a dia do setor e suas propostas concretas.

Para discutir as ações dessas câmaras durante todo ano de 2017, será realizado, na segunda-feira (27), o Encontro Anual das Câmaras Setoriais. O evento será a partir das 8h, no Auditório Fernando Bezerra, na Federação das Indústrias do Estado do Piauí (Fiepi). A programação terá palestras e a assinatura de decretos de criação de novas Câmaras Setoriais.

Para o presidente da Câmara de Cajucultura, Lenildo Lima, o ano de 2017 foi positivo. “O Governo do Estado tem nos ajudado com a questão das mudas de caju e também na parte de organização da própria câmara, que hoje é mais atuante nas discussões. Temos nos preocupado em repassar mudas de boa qualidade aos pequenos produtores do estado. Em 2018, vamos atrás de mais investimentos dos bancos para garantir um trabalho mais intenso”, afirmou Lenildo.

"A proposta da criação das câmaras veio em boa hora. No caso do artesanato, temos trabalhado para defender os direitos e aspirações da classe dos artesãos, conseguir acesso a crédito para associações, cooperativas e grupos de artesãos. Nossa câmara tem ainda, estimulado os profissionais a participarem de eventos locais e fora do Piauí, como uma forma de valorizar e divulgar nosso artesanato", destacou a presidente da Câmara Setorial do Artesanato, Santana Maria.

Ainda segundo a presidente, para 2018, a câmara pretende realizar uma Exposição de Arte - Expo Tudo, no primeiro semestre, além de buscar recursos para aquisição de matéria-prima para as diversas associações e cooperativas.

Quanto à Câmara de Turismo, o presidente comemora a obra da adutora do litoral. “Constatamos ao lado do governador a grande importância dessa obra para o turismo do estado, como estímulo aos investidores. Será uma contribuição para o nosso litoral, além de melhorar a qualidade de vida para quem mora na região, o que também é muito importante”, enfatizou Ehrlich Cordão, presidente da câmara. A Câmara do Turismo pretende, ainda, elaborar um projeto de marketing e sinalização turística para o Piauí.

Ao todo, já foram criadas 24 Câmaras Setoriais: Tecnologia da Informação e Comunicação; Suinocultura; Avicultura; Fruticultura; Agronegócio; Leite e Derivados; Ovinocaprinocultura; Piscicultura; Apicultura; Cajucultura; Turismo; Vestuário, Calçados e Acessórios; Polo de Saúde de Teresina; Setorial de Artesanato; Territorial de TIC – Planície Litorânea; Apicultura dos Cocais, Carnaubais e Planície Litorânea; Energias Renováveis; Comércio Exterior; Territorial da Piscicultura dos Cocais; Turismo da Rota das Emoções; Carnaúba; Alho; Hortifrutigranjeiros da Grande Teresina e Fruticultura do Vale do Canindé e Serra da Capivara.

Comentários