Geral

Câmara Setorial dos Lojistas aprova com unanimidade projeto PPP

O Piauí Center Modas tem atualmente 113 lojas internas, 30 externas e área de área total de 22.848,57 m²,
Fonte: Ascom Suparc | Editor: Da Redação 07/02/2018 12:59
Audiência AudiênciaFoto: Ascom

A Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC) foi recebida na noite da último terça-feira (6) pela Câmara Setorial de Vestuário, no auditório da FIEPI para discutir no novo modelo de administração proposto pelo Governo do Estado através da SUPARC. Por unanimidade, os 63 lojistas presentes aprovaram o modelo de concessão administrativa para o Piauí Center Modas, o maior pólo comercial de vendas no atacado do Estado.

A presidente da Câmara Setorial, Maria de Jesus Pessoa, parabenizou o trabalho da superintendência de Parcerias e Concessões, na pessoa da Superintendente Viviane Moura. Está não foi a primeiro diálogo entre a Câmara Setorial de Vestuário e a SUPARC, desde 2015 a equipe da SUPARC se empenha em estudar um modelo de Parcerias Público-Privada mais adequado à necessidade dos lojistas.

O Piauí Center Modas tem atualmente 113 lojas internas, 30 externas e área de área total de 22.848,57 m², sendo que
apenas 6.600 m² é de área construída. A SBS, empresa que se dedicou em estudar o modelo operacional do equipamento, apresentou uma proposta de revitalização do equipamento, reestruturação, ampliação do estacionamento, criação de um espaço exclusivo para a praça de alimentação completa, espaço especifico para o atacadista e demais mix que não deve influenciar no desempenho dos atacadistas.

Além disso, o perfil do público desejado será de 12% das classes A e B, 50% classe C e 38% na classe D, pensando principalmente no público da zona sul de Teresina, que será a maior beneficiada do projeto. O investimento total será de R$ 30.445.996,53, para os 3o anos de concessão, sendo R$ 14.679.146,50 para o primeiro ano. O custo de operação do equipamento será aproximadamente de R$ 307 mil/mês com geração de emprego prevista de aproximadamente 500 empregos diretos e outros 300 indiretos;

Comentários