Política

Câmara debate o Fórum Nacional sobre a Medicalização da Educação e da Sociedade

Fonte: Assessoria 01/09/2017 14:02
Vereadora Teresa Brito (PV) Vereadora Teresa Brito (PV)Foto: Assessoria

O Fórum Nacional sobre a Medicalização da Educação e da Sociedade foi o principal tema discutido na sessão solene realizada nesta sexta-feira (1º), pela Câmara Municipal de Teresina, em homenagem ao Dia do Psicólogo. A sessão foi proposta pela vereadora Teresa Britto (PV) e aprovada pelos demais parlamentares da Casa Legislativa.

Membro do Fórum Nacional de Medicalização da Educação e Sociedade, o professor Fauston Negreiros, doutor em Psicologia, explicou que este processo ocorre quando questões da vida social são diagnosticados como patologias, aplicando-se tratamento medicamentoso onde seria necessário apenas o acompanhamento pedagógico e psicológico, como, por exemplo, em casos de dislexia, hiperatividade e déficit de atenção.

“Por meio desse tipo de processo, muitas vezes as crianças que apresentam um pouco mais de dispersão na aula, são diagnosticadas com hiperatividade ou transtorno do déficit de atenção, sem que haja uma reflexão acerca da conjuntura em que ela está inserida. Isso traz um rótulo para aquela criança que pode dificultar o seu convívio social”, afirma.

Ainda durante a audiência, a vereadora Teresa Britto, que é psicóloga, comentou as conquistas que a categoria atingiu recentemente. “Conseguimos o desmembramento do Conselho Regional e elaboramos o Plano de cargos, carreiras e salários da Psicologia, assim como lutamos pela presença desses profissionais em setores da Saúde, Educação e Assistência Social do Executivo. Temos muitos desafios, mas já tivemos muitas conquistas significativas”, conclui a parlamentar.

Comentários