Mundo

Califórnia: Sobe para 42 nº de mortos em decorrência do incêndio

Camp Fire já é o mais letal a atingir o estado. Mais de 200 pessoas permanecem desaparecidas.
Fonte: G1 | Editor: Redação 13/11/2018 10:44
Incêndio na Califórnia Incêndio na CalifórniaFoto: Josh Edelson/AFP

O incêndio que atinge o norte da Califórnia desde quinta-feira, o Camp Fire, deixou 42 mortos até agora e se tornou o mais letal registrado no estado americano. Já o Woolsey, que atinge o sul, deixou dois mortos. O Camp Fire, que afeta uma ampla região do condado de Butte, na cordilheira Sierra Nevada, ao norte da capital do estado, Sacramento, é o maior e mais devastador dos três que estão ativos no estado.

O xerife do condado de Butte, Kory Honea, explicou que 13 mortos foram encontrados nesta segunda-feira (12). Dez deles estavam na cidade de Paradise, que tem 26 mil habitantes e que foi completamente destruída pelas chamas. Os outros três estavam na pequena cidade de Concow. O número de vítimas ainda pode subir nos próximos dias porque 228 pessoas estão desaparecidas.

O incêndio obrigou 52 mil pessoas deixar suas casas – cerca de 1,3 mil delas estão em abrigos improvisados. Mais de 7.000 imóveis, na sua maioria casas, foram destruídos. Ele destruiu um total de 45.700 hectares e, até na noite de segunda-feira, os bombeiros só conseguiram conter 25% das chamas.

Até então, o incêndio que atingiu o Griffith Park (Los Angeles), em 1933, tinha deixado 29 mortos era considerado o mais letal da história da Califórnia, de acordo com o Departamento de Bombeiros da Califórnia (Cal Fire). O tempo seco e os fortes ventos contribuíram para a propagação das chamas dos últimos dias. As causas dos incêndios são investigadas.

Outros incêndios ativos

O incêndio Woolsey, no sul do estado, destruiu 37 hectares nos condados de Ventura, destruindo 435 imóveis. Duas pessoas morreram. Cerca de 30% foi contido.

Na região fica a cidade de Malibu, residência de várias estrelas de Hollywood - e de Los Angeles, ao sul do estado. No sábado (10), famosos como Lady Gaga, Kim Kardashian e Guillermo del Toro tiveram que abandonar suas casas. O ator Gerard Butler postou que sua casa em Malibu ficoucompletamente destruída pelas chamas. O Hills Fire atingiu um pouco mais de 1,6 hectares. Ele permanece ativo, mas os bombeiros conseguiram controla 85% dele.

Trump

Na segunda-feira, o presidente americano, Donald Trump, aprovou a solicitação da Califórnia para declarar os incêndios um "desastre de especial gravidade". Assim, o governo federal oferecerá aos afetados ajuda financeira para alojamento, desemprego, despesas legais e tratamento psicológico.

"Acabo de aprovar a solicitação de Desastre de Especial Gravidade para o estado da Califórnia. Queria responder rápido para aliviar um pouco esse incrível sofrimento. Estou com vocês. Deus abençoe todas as vítimas e famílias afetadas", escreveu o governante na sua conta do Twitter.

Anteriormente, Trump acusou as autoridades locais de má gestão florestal. "Não há motivos para estes incêndios grandes e mortais na Califórnia, exceto que a gestão florestal é muito ruim", escreveu Trump no Twitter no sábado. "Bilhões de dólares são dados a cada ano, com tantas vidas perdidas, tudo por causa da má administração das florestas. Consertem agora ou não acontecerão mais pagamentos do Fed", disse Trump.

Brian Rice, diretor dos Bombeiros Profissionais da Califórnia, classificou os comentários de "desinformados, inoportunos e humilhantes para aqueles que estão sofrendo". Também disse que as afirmações do presidente sobre má gestão florestal "são perigosamente equivocadas".

Comentários