Política

Caixa reabre programa para demitir 5 mil servidores

Programa de Demissão Voluntária pretende alcançar 5.480 servidores
Fonte: Redação | Editor: Paulo Pincel 17/07/2017 10:55
Caixa CaixaFoto: www.fenae.org.br

Depois do Banco do Brasil, que no ano passado demitiu 9.400 funcionários, mais da metade da meta, que era de desligar 18 mil servidores, a Caixa Econômica Federal reabriu o Programa de Demissão Voluntária Extraordinário (PDVE), que pretende alcançar 5.480 servidores. No PDVE encerrado em março deste ano, 4.645 funcionários aderiram, de um contingente de 30 mil que integram o quadro de pessoal da Caixa, que tinha como objetivo desligar 10 mil empregados de 91.128 empregados diretos. A Caixa tem 101.505 funcionários, incluindo estagiários e aprendizes.

O programa de demissão voluntária começa nesta segunda-feira e vai até o dia 14 de agosto. O desligamento dos funcionários deve ocorrer de 24 de julho a 25 de agosto, conforme um documento interno enviado aos diretores da Caixa nos estados. “O PDVE tem por objetivo dar suporte financeiro aos empregados que queiram se desligar voluntariamente da empresa e que se enquadrem nas regras”, explica o documento

Poderão aderir ao programa de demissão voluntária do banco público os funcionários com no mínimo 15 anos de casa; aposentados pelo INSS até a data de desligamento, exceto quando for por invalidez; funcionários aptos a se aposentarem até 31 de dezembro de 2017 ou com adicional de função de confiança/cargo em comissão gratificada até a data de desligamento.

A Caixa oferece indenização, paga em parcela única, de dez remunerações base do empregado, limitado a R$ 500 mil, mais o plano de saúde da instituição, desde que atendam os requisitos estabelecidos pela instituição. Para os que não se enquadrarem, o banco oferece a permanência no plano por 24 meses, sem prorrogação.

Comentários