Polícia

Suspeito de atirar em foliões se apresenta à polícia

O 2º BEC informou que instaurou um processo administrativo para apurar a conduta do militar
Fonte: Alinny Maria 16/01/2018 13:20
Tiroteio na Banda Bandida Tiroteio na Banda BandidaFoto: Reprodução/WhatsApp

Apontado como atirador que deixou três pessoas feridas na noite de sábado na prévia carnavalesca Banda Bandida, o cabo do 2º Batalhão de Engenharia de Construção (2º BEC), Wanderson Lima Fonseca se apresentou no início da tarde desta terça-feira (16) no 1º Distrito Policial, Centro de Teresina.

O oficial do Exército era considerado foragido por não ter sido localizado em nenhum endereço. O 2º Batalhão de Engenharia de Construção divulgou uma nota informando que já foi instaurado um processo administrativo para apurar a conduta do militar.

Confira a nota:

Em relação aos fatos dos quais é acusado o Cabo WANDERSON LIMA FONSECA, deste Batalhão, informamos que está sendo instaurado processo administrativo para apurar a conduta do militar, e que o 2º Batalhão de Engenharia de Construção está apoiando as autoridades policiais para a elucidação do caso.


Cabe ressaltar que o ocorrido, mesmo tendo o envolvimento de um militar, trata-se de um crime comum, sendo tratado na esfera da justiça comum.
Informamos, ainda, que até o momento, o militar não se apresentou nesta Unidade, pois encontra-se em gozo de férias.

Caso o Cabo Wanderson venha a ser detido, ele ficará preso em unidade prisional do Exército Brasileiro, à disposição da Justiça do Estado do Piauí.
Cumpre destacar que o 2º Batalhão de Engenharia de Construção não compactua com qualquer tipo de ato de violência, repudiando veementemente fatos desabonadores da ética e da moral, que devem estar presentes na conduta de todos os seus integrantes.

Teresina, 16 de janeiro de 2018.

Comentários