Economia

Brasil crescerá menos de 2% neste ano devido a paralisação, diz Itaú

O relatório diz ainda que o Banco central deve manter a taxa Selic em 6,5% até o fim deste ano
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 08/06/2018 17:38
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativaFoto: Reprodução

O banco Itaú divulgou nesta sexta-feira (8) um relatório em que reduz as projeções de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) deste ano para 1,7%, ante estimativa anterior de 2,0%, e de 2019 para 2,5% -antes, a expectativa de crescimento era de 2,8%.

Segundo o banco, a revisão se deve ao aperto das condições financeiras e ao impacto da paralisação dos caminhoneiros.

O relatório diz ainda que o Banco central deve manter a taxa Selic em 6,5% até o fim deste ano.

O Itaú piorou ainda as projeções de resultado primário de -1,9% do PIB para -2,1% do PIB em 2018 e de -1,2% para -1,4% do PIB em 2019, incorporando as medidas tomadas para encerrar a paralisação dos caminhoneiros e o menor crescimento econômico.

A projeção da cotação do dólar também foi revista para R$ 3,70 no fim de 2018 e 2019 -antes, o preço projetado pelo banco era de R$ 3,50.

As projeções de inflação foram ligeiramente elevadas para 3,8% este ano e 4,1% em 2019.

Comentários

Matérias Relacionadas