Cultura

Bienal de Arte Digital encerra inscrições no próximo domingo

Fonte: Agencia Brasil | Editor: Redação 26/09/2017 08:41
Arte Digital Arte DigitalFoto: Reprodução

A primeira Bienal de Arte Digital promovida pelo Festival de Arte Digital (FAD) encerra inscrições gratuitas no próximo domingo (1º), no endereço eletrônico www.bienalartedigital.com. Podem participar profissionais, estudantes, artistas, promotores ou coletivos criativos do Brasil e do exterior. Até o momento, o evento contabiliza mais de 340 inscrições, informou hoje (25) à Agência Brasil o curador da Bienal, Tadeus Mucelli.

São aceitos trabalhos de cunho artístico e cultural, para uso em exposições e performances, como shows e intervenções; e de pesquisa, inovação e desenvolvimento, para palestras, painéis e oficinas. Menores de 18 anos podem inscrever trabalhos. Caso um menor tenha sua obra ou trabalho selecionado, será necessário autorização dos pais ou responsáveis para sua participação no evento.

Temática

A Bienal tem o tema “Linguagens Híbridas”. “Na temática que foi colocada, a gente está querendo que as pessoas trabalhem linguagens de forma híbrida. Ou seja, não se trata apenas da linguagem computacional ou programacional. A gente tem obras de arte, por exemplo, que têm a interferência da linguagem computacional, mas ela não é perceptível”, disse Mucelli.

Explicou que as coisas que são feitas com biotecnologia ou bioarte, que é a reprodução de células ou microrganismos, de certa forma fazem parte da obra enquanto interface. Esse é um exemplo do que seriam as linguagens híbridas, apontou o curador.

Tadeus Mucelli disse que o digital já está hoje inserido na vida das pessoas e vai se tornando uma coisa cada vez mais natural.

Seleção

A seleção das obras que integrarão a programação da Bienal de Arte Digital será feita até 45 dias depois do encerramento das inscrições, prevendo-se a divulgação dos escolhidos em novembro. A Bienal ocorrerá na cidade do Rio de Janeiro, entre 5 de fevereiro e 18 de março de 2018, no Oi Futuro Flamengo; e em Belo Horizonte, de 26 de março a 29 de abril, no Conjunto Moderno da Pampulha - Museu de Arte da Pampulha (MAP), Casa do Baile e Casa Kubitschek; na Casa Fiat de Cultura e no espaço Atmosphera.

O projeto é sequencial, disse Mucelli. Algumas atividades serão exclusivas do Rio e outras de Belo Horizonte. “Alguns se repetem nos dois locais e outros, não”, acentuou. Há intenção, contudo, de organizar a Bienal simultaneamente nas duas capitais, mais adiante. Segundo o curador, não serão conferidos prêmios na bienal, porque “a nossa propositura é uma discussão crítica, reflexiva, sobre o uso da tecnologia na sociedade e a exibição [das obras] para fruição das pessoas ávidas por tecnologia ou não”.

O Festival de Arte Digital (FAD) é um projeto criado em Minas Gerais que estimula a exploração inventiva de novas tecnologias no campo da arte e da comunicação. Um de seus objetivos é a formação de jovens criadores, além de apresentações que privilegiem a arte digital. Desde 2007, o Festival de Arte Digital envolveu cerca de 20 mil pessoas.

Comentários