Mundo

Berlim concede asilo aos participantes do golpe militar na Turquia

Ex-diretor da academia militar de Ancara teria sido acusado pelo governo turco de traição e de ligação á organização terrorista
Fonte: Sputnik | Editor: Redação 03/02/2018 08:28
Imagem Ilustrativa Imagem IlustrativaFoto: Reprodução

As autoridades da Alemanha concederam asilo político a um dos prováveis organizadores da tentativa de golpe na Turquia, realizada em 2016, bem como a três oficiais de alto escalão do exército turco, informou a revista Spiegel.

Segundo a publicação, Oberst Ilhami P., ex-diretor da academia militar de Ancara, foi acusado pelo governo turco de traição e de estar ligado à uma organização terrorista.

As relações entre a União Europeia (UE) e a Turquia se deterioraram após a tentativa de golpe militar contra o governo de Ancara em meados de 2016. UE criticou duramente a reação das autoridades turcas, que promoveram uma série de prisões. Bruxelas suspendeu o processo de adesão da Turquia no bloco europeu.

Em 16 de julho, grupos de militares insurgentes tentaram realizar um golpe de Estado na Turquia. Os principais conflitos ocorreram em Ancara e em Istambul. Mais de 240 pessoas morreram e cerca de 2 mil pessoas ficaram feridas.

Comentários