Entretenimento

'BBB18': Jaqueline se inspira em Anitta e faz biquíni de esparadrapo. 'Malandra'

'Quando eu sair daqui, vou montar biquíni de fita lá no Ceará', disse Patrícia após reproduzir técnica na amiga
Fonte: Purepeople | Editor: Redação 31/01/2018 15:52
Famosos FamososFoto: Reprodução

Os participantes do "Big Brother Brasil 18" estão movimentando esta edição. Seja em jogos ou até em coreografias ensaiadas, os novos brothers estão sempre arrumando um jeito de entreter os telespectadores do reality show. Desta vez, Jaqueline, que recebeu o castigo do primeiro monstro da casa e deu selinhos em Breno na primeira semana, teve a ideia de usar um biquíni de fita adesiva para se bronzear. "Deixa eu usar, que a audiência vai subir. Eu vou ficar com uma marquinha igual a da Anitta. Vai ficar top", disse ela, inspirada no clipe "Vai Malandra".

JAQUELINE IMPROVISA BIQUÍNI COM ESPARADRAPO

Para fazer a técnica, a biomédica contou com a ajuda de Patrícia e de outro utensílio enquanto cantava trecho do funk. "A gente tem esparadrapo, mas eu não sei se pode usar para isso", questionou a rondoniense. "Não tem problema usar o esparadrapo, não", garantiu Paula, ex-namorada de um jogador do Corinthians. Com a aprovação, ela, que garante não ter amizade com o ex-BBB Marcos Härter, foi até o quarto e montou a parte de cima do biquíni. "Quando eu sair daqui, vou montar biquíni de fita lá no Ceará", brincou a funcionária pública ao ver o resultado na loira.

Famosos

MARA DEIXA 'BBB' E DETONA LÍDER MAHMOUD: 'PAREDÃO MACHISTA'

Primeira eliminada do jogo após paredão com Ana Paula, Mara foi ao encontro de Ana Maria Braga no "Mais Você". No bate-papo com a apresentadora, a cientista política alegou ter sido vítima de machismo dentro do jogo. "Foi um absurdo esse paredão com duas mulheres, me surpreendo muito que um cara como esse, que diz defender causas justas, coloque duas mulheres no primeiro paredão. Ele foi machista, esse paredão foi machista. O Mahmoud não gostou de mim desde que colocou o olho na minha cara. A indicação dele foi totalmente pessoal, acho que ele tinha certo medo do que eu poderia fazer no jogo. Eu acho muito errado. Ele é um participante que luta contra a homofobia, indicar outra pessoa que também defende esta causa é muito errado. Acho errado da parte dele", declarou.

Comentários