Ciência & Tecnologia

Atmosfera de Júpiter tem relâmpagos como os da Terra

Informação é baseada em dados coletados pela sonda espacial Juno
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 11/06/2018 09:14
Júpter JúpterFoto: Reprodução

Dados coletados pela sonda espacial Juno revelam que os relâmpagos que incidem sobre o planeta Júpiter são muito parecidos com os da Terra. Indícios do fenômeno foram avistados no planeta pela espaçonave Voyager 1, há quase 40 anos, quando imagens do lado escuro do planeta já captaram uma série de clarões.

Em 1979, também foram observados pulsos de rádio na frequência dos quilohertz, emitidos quando a corrente elétrica do relâmpago atinge a atmosfera. Como explica o blog Mensageiro Sideral, da Folha de S. Paulo, esperava-se detectar esses pulsos também em frequências mais altas (megahertz ou gigahertz), mas isso não aconteceu, deixando a impressão de que os raios de Júpiter pudessem ser diferentes dos nossos.

Agora, com a alta tecnologia da Juno, que voa mais perto de Júpiter, foi detectado um número dez vezes maior de eventos nas frequências esperadas, o que mostra que por lá os relâmpagos são mesmo como os daqui.

Os novos dados sugerem que Júpiter tem cerca de quatro raios por segundo, enquanto na Terra a média é de cinco.

A diferença maior é o local onde incidem. Por aqui, o fenômeno é mais comum na faixa tropical. Já em Júpiter, eles se concentram na região dos polos. Segundo os modelos, o que explica essa diferença é o fato de Júpiter ter um processo de circulação de massas de ar distinto causado pelas diferenças de temperatura.

Na divulgação do artigo nas revistas Nature e Nature Astronomy, a Nasa aproveitou para anunciar que a missão inicial foi estendida até julho de 2021.

Comentários