Ciência & Tecnologia

Ar-condicionado portátil e econômico promete salvar o verão

Equipamentos reduzem a temperatura em até 17 graus Celsius em apenas dez minutos, segundo fabricante
Fonte: Noticias ao Minuto | Editor: Redação 09/11/2017 10:02
evaLIGHT evaLIGHTFoto: Newegg

Com o verão batendo à porta, soluções para se refrescar com promessa de baixo consumo de energia podem ser a solução ideal para os que sentem mais calor. Dois modelos de ar-condicionado portáteis que funcionam a base de água e precisam apenas de um cabo USB com fonte de energia prometem reduzir a temperatura em até 17 graus Celsius em apenas dez minutos.

Produzidos pela empresa russa Evapolar, os equipamentos precisam de cerca de um litro de água para que a temperatura seja mantida fria por até oito horas. Há duas versões disponíveis: evaLIGHT, que custa 180 dólares (cerca de R$ 590, em conversão direta e sem impostos); e evaSMART, que sai por 256 dólares (R$ 832). A fabricante entrega no Brasil.

Como explica o "TechTudo", o que torna os produtos tão eficazes é o filtro de ar com tecnologia capaz de esfriar o ambiente sem ajuda de um compressor, comum em modelos tradicionais.

Contudo, o desempenho dos equipamentos Evapolar depende das condições climáticas: quanto mais frio e seco, melhor será a performance. De acordo com o site, com temperatura de 25 graus e 30% de umidade, o ar frio deve chegar a 15,4 graus. Já com 40 graus e 70% de umidade, o vento alcança, no máximo, 34,6 graus.

A explicação para o baixo consumo de energia está na ausência de um motor para comprimir o ar. Como o sistema não requer esse motor, o aparelho só precisa de energia para alimentar o ventilador. Sendo assim, enquanto um ar-condicionado convencional gasta cerca de 900 W, os novos modelos portáteis consomem entre 10 e 12 W no mesmo período.

Além de colaborar com o meio ambiente e com o seu bolso economizando energia, de acordo com a fabricante, o material inorgânico do filtro de ar impede a passagem de bactérias e microorganismos, deixando o ar mais limpo. Os cartuchos descartados ainda são biodegradáveis.

evaLIGHT vs evaSMART

O evaLIGHT tem reservatório de 750 ml e requer recarga a cada três a cinco horas, ele gela uma área frontal de até 3m2 consumindo 10 W. É o modelo mais simples.

Já o EvaSMART é a versão mais potente. A área de alcance sobe para 4m2, com um tanque de 1,3 litro que precisa ser reabastecido de seis a oito horas. O consumo aumenta para 12 W por conta de funções smart, como conexão Wi-Fi e comandos do aplicativo para celular. Este modelo também pode ser usado como uma central de controle de dispositivos domésticos inteligentes e é compatível com a assistente pessoal Alexa, da Amazon.

Os equipamentos são vendidos direto pelo site da fabricante com frete de cerca de 60 dólares (R$ 197). É possível encontrá-los também em lojas não-oficiais.

Comentários