Cultura

Aquarius é o grande vencedor do Prêmio de Cinema Brasileiro

Kleber Mendonça Filho também levou para casa o prêmio de melhor diretor
Fonte: Noticias ao minuto | Editor: Redação 06/09/2017 08:28
Imagem ilustrativa Imagem ilustrativaFoto: Reprodução

OGrande Prêmio do Cinema Brasileiro, realizado nesta terça-feira (5) no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, consagrou o drama musical Elis nas categorias técnicas — fotografia, montagem de ficção, direção de arte, trilha sonora original, som, maquiagem e figurino, além de melhor atriz (Andréia Horta) — e Aquarius, que levou, nada mais nada menos do que o prêmio de melhor longa-metragem de ficção e também premiou a direção, assinada por Kleber Mendonça Filho.

Os pontos altos da noite foram as homenagens à Helena Ignez e Antonio Pitanga, ambos aplaudidos de pé. O mesmo aconteceu quando uma emocionada Laura Cardoso surgiu no palco para receber o troféu de melhor atriz coadjuvante. "Essas meninas merecem este troféu também", afirmou, apontando para suas concorrentes na categoria. "Este é meu presente de aniversário", completou a atiz, que faz 90 anos no próximo dia 13.

Confira a lista completa de vencedores:

Melhor longa-metragem de ficção: Aquarius

Melhor longa-metragem estrangeiro: A Chegada

Melhor longa-metragem comédia: O Shaolin do Sertão

Melhor longa-metragem documentário: Cinema Novo/Menino 23 — Infâncias perdidas no Brasil

Melhor direção: Kleber Mendonça Filho, por Aquarius

Melhor ator coadjuvante: Flavio Bauraqui, por Nise – O Coração da Loucura

Melhor atriz coadjuvante: Laura Cardoso por De Onde eu te Vejo

Melhor ator: Juliano Cazarré, por Boi Neon

Melhor atriz: Andréia Horta, por Elis

Melhor roteiro adaptado: Fil Braz e Paulo Gustavo, por Minha Mãe é Uma Peça 2/Hilton Lacerda e Ana Carolina Francisco, por Big Jato

Melhor roteiro original: Domingos Oliveira, por BR716/Gabriel Mascaro, por Boi Neon

Melhor montagem documentário: Renato Vallone, por Cinema Novo

Melhor montagem ficção: Tiago Feliciano, por Elis

Melhor direção de fotografia: Adrian Teijido, por Elis/Diego Garcia, por Boi Neon

Melhor direção de arte: Frederico Pinto, por Elis

Melhor trilha sonora: Mateus Alves, por Aquarius

Melhor trilha sonora original: Otavio de Moraes, por Elis

Melhor som: Jorge Rezende, Alessandro Laroca, Armando Torres Jr. e Eduardo Virmond Lima, por Elis

Melhor efeito visual: Marcelo Siqueira, por Pequeno Segredo

Melhor maquiagem: Anna Van Steen, por Elis

Melhor figurino: Cristina Camargo, por Elis

Melhor curta-metragem animação: Vida de Boneco

Melhor curta-metragem ficção: O Melhor Som do Mundo

Melhor curta-metragem documentário: Buscando Helena

Comentários