Política Nacional

Após ter filhos levados pela PF, Jucá xinga Janot de 'imbecil'

Em longa entrevista, líder do PMDB também aproveitou para atacar imprensa: 'canalhas'
Fonte: Notícias ao Munuto | Editor: Da Redação 30/09/2017 18:23
Senador Romero Jucá Senador Romero JucáFoto: Agência Brasil

Em uma longa entrevista à rádio 93FM, o líder do governo no Senado e presidente do PMDB, Romero Jucá, chamou o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de “palhaço”, e “imbecil” e xingou jornalistas da TV Globo de "canalhas" por terem divulgado um conversa dele com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

Na época em que a conversa foi gravada, Machado negociava um acordo de delação premiada com a Lava Jato. Em um dos trechos divulgados na imprensa, Jucá disse ser preciso “estancar a sangria”, em referência ao avanço da Operação.

A rádio 93 FM de Roraima é de Marina de Holanda Menezes Jucá, filha do peemedebista. Ela e o irmão, o ex-deputado estadual Rodrigo Jucá, foram indiciados pela Polícia Federal nessa quinta-feira (28). Eles respondem pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso da venda superfaturada de uma fazenda que teve o terreno usado pelo programa Minha Casa Minha Vida.

Além dos filhos, outras duas enteadas de Jucá foram conduzidas coercitivamente. O líder do PMDB usou 40 minutos da entrevista para defendê-los e rebater as acusações da PF.

Na sequência, lembrou do áudio de Machado e atacou Janot, que apresentou três denúncias contra ele pouco antes de deixar o cargo, no último dia 17.

“Pois bem: esse palhaço desse Janot, um mês antes, quinze dias antes de sair, ele teve dar um despacho se dobrando ao relatório da PF, dizendo que não tinha nada de errado que eu tinha feito, nem tinha falado nada que tinha que ‘parar a Lava Jato’”, disse. “Ao contrario, eu ajudei a aprovar aquele imbecil na recondução dele do Senado, mas não sabia que ele era tão imbecil a esse ponto", concluiu.

Comentários