Esportes

Após 36 anos, Peru está de volta à Copa do Mundo

Heróis da classificação do Peru foram Jonathan Farfán e Christian Ramos
Fonte: Estadão | Editor: Redação 16/11/2017 09:16
Seleção do Peru Seleção do PeruFoto: Diario do Nordeste

Depois de longos 36 anos, o Peru jogará uma Copa do Mundo. Nesta quarta-feira, o drama acabou e o sonho de todo torcedor peruano se concretizou com a vitória por 2 a 0 sobre a Nova Zelândia, no lotado estádio Nacional, em Lima, na partida de volta da repescagem para o Mundial de 2018. No duelo da ida, no sábado passado, as seleções haviam empatado sem gols em Wellington, no outro lado do planeta, na Oceania, e quem vencesse estaria garantido na Rússia.

Os heróis da classificação do Peru nesta quarta-feira foram o atacante Jonathan Farfán, autor do primeiro gol na etapa inicial, e o zagueiro Christian Ramos, que fez o segundo depois do intervalo. Mas o destaque em campo foi o meia Cueva, que joga no São Paulo, responsável pelas assistências para os dois gols e outras jogadas de ataque dos peruanos.

Mesmo longe do gramado, o centroavante Paolo Guerrero foi muito lembrado por todos no estádio Nacional. Suspenso preventivamente pela Fifa por ter dado positivo em um exame antidoping após o empate com a Argentina, em Buenos Aires, em outubro, pela 17.ª e penúltima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, o jogador do Flamengo foi ovacionado pela torcida e teve sua camisa de número 9 mostrada por Farfán na comemoração do primeiro gol.

Esta será a primeira vez que o Peru chega a uma Copa do Mundo desde 1982, mas antes da competição na Espanha - na qual caiu na fase de grupos -, o país já havia disputado outros três Mundiais. Foi em 1930, no Uruguai; em 1970, no México, quando caiu nas quartas de final para o Brasil, em sua melhor participação até agora; e em 1978, na Argentina.

Já a Nova Zelândia, campeã das Eliminatórias da Oceania, perdeu a chance de disputar a sua terceira Copa do Mundo. Antes jogou em 1982, quando enfrentou o Brasil (derrota por 4 a 0), e em 2010, na África do Sul, quando parou na fase de grupos de forma invicta - três empates, sendo um deles contra a Itália.

Em campo, o Peru foi soberano e deu poucas chances aos neozelandeses, que só ameaçaram no início do segundo tempo atrás do gol do empate que daria a classificação pelo gol marcado como visitante. No mais, a seleção da casa perdeu boas oportunidades e marcou seus gols em jogadas iniciadas por Cueva. No primeiro, aos 27 minutos da etapa inicial, o meia avançou pela esquerda e tocou na entrada da área para Farfán encher o pé e acertar o ângulo do goleiro Marinovic. No segundo, aos 19 da etapa final, o são-paulino bateu o escanteio pela direita e Christian Ramos dominou na área e chutou forte para definir a vaga peruana.

Com a classificação do Peru, foi definida a lista de 32 seleções do Mundial de 2018. Os outros 31 países são: Austrália, Dinamarca, Egito, Nigéria, Senegal, Marrocos, Tunísia, Rússia (país-sede), Brasil, Bélgica, Inglaterra, França, Alemanha, Islândia, Polônia, Portugal, Sérvia, Espanha, Argentina, Colômbia, Uruguai, Costa Rica, Panamá, México, Irã, Japão, Coreia do Sul, Arábia Saudita, Croácia, Suécia e Suíça.

Comentários