Cidade

Cerâmica Cil ganha antigas estruturas de paradas de ônibus

Fonte: Redação Piauí Hoje 30/08/2017 11:44
Antiga estrutura dos pontos de ônibus Antiga estrutura dos pontos de ônibusFoto: Reprodução/Facebook

Recentemente, várias áreas de Teresina foram contempladas com a instalação de novos pontos de ônibus, uma estrutura de metalon que já pode ser vista na cidade. Em junho deste ano, a Prefeitura de Teresina anunciou que iria instalar novos abrigos de passageiros nos bairros mais afastados como Cerâmica Cil, Salobro Parque dos Sonhos, Recantos dos Pássaros e Angelim, a fim de proporcionar mais conforto para os usuários do transporte público.

No bairro Cerâmica Cil, os antigos pontos de ônibus eram de concreto e já estavam bastante danificados, pondo a vida dos passageiros em risco. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) concluiu a instalação de novos abrigos de passageiros no Cerâmica Cil, mas na verdade a estrutura é a mesma que foi substituída nos bairros próximos ao Centro e não a de metalon como havia sido dito pela Prefeitura de Teresina.

Paradas antigas são substituídas por novas no Cerâmica Cil Estrutura do abrigo de passageiros anterior no povoado Cerâmica Cil

Segundo o site da Prefeitura, a Strans, além de construir novos abrigos, também iria substituir os que estavam danificados. De acordo com o gerente de Engenharia de Tráfego, José Lopes, foi feita uma visita a alguns bairros para avaliar aos abrigos já existentes. “Avaliamos os abrigos que já existem e que estão em más condições, por isso vamos substitui-los por novos abrigos de metalon”, acrescentou.

Os abrigos de metalon são os que foram instalados nos bairros próximos ao centro da capital e que deveria também ser implantados na zona rural Sul de Teresina, conforme havia sido anunciado pela Prefeitura de Teresina

Procurada pela equipe do Piauí Hoje , a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito não se pronunciou.

De qualquer maneira, os moradores do povoado comemoram a implantação das paradas já que as anteriores apresentavam riscos de desabamento.

Comentários