Polícia

Acusado nega agressão a cantora, mas vídeo é prova

Vakeira Funk fez exame de corpo de delito, que comprovou lesão corporal
Fonte: Polícia Civil | Editor: Paulo Pincel 03/07/2018 10:26
Vídeo e exame de corpo de delito comprovam a agressão à cantora Vídeo e exame de corpo de delito comprovam a agressão à cantoraFoto: Reprodução

Flagrado pelas câmeras de segurança do escritório da banda da “Vakeira Funk” agredindo covardemente a cantora piauiense Gleycielle Mendes de Sousa, Marcelo Oliveira depôs na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, no Centro de Teresina, quando negou a acusação de violência física e psicológica contra a esposa. A delegada Vilma Alves afirmou que as provas da agressão são contundentes.

“O agressor nega porque eles sempre negam, mas as imagens falam mais do que mil palavras. As provas que temos são contundentes”, Além das imagens da agressão -socos, esganadura e empurrões - o exame de corpo de delito comprovou as lesões no corpo da cantora. O depoimento de várias testemunhas também serão usadas como prova contra o agressor, que está impedido de se aproximar da vítima.

“Ele impedia que ela se relacionasse com os colegas de banda, queria que ela trabalhasse com eles sem que conversasse ou olhasse. Ela também era proibida de ir visitar a mãe. Ele queria que ela vivesse apenas no mundo dele... Ainda tenho que ouvir mais testemunhas, mas ela foi acolhida e está bem, livre das agressões”, adiantou Vilma Alves.

Entenda o caso

Um vídeo divulgado no dia 18/06 em vários portais de notícia provocou revolta e indignação de quem viu as cenas. Nele, a cantora piauiense Gleycielle Mendes de Sousa, a “Vakeira Funk”, aparece sendo agredida covardemente, a socos, empurrões e esganadura pelo companheiro, Marcelo Oliveira, no escritório da residência do casal. A agressão aconteceu no dia 30 de maio deste ano e foi denunciada na Delegacia de Proteção dos Direitos da Mulher, zona sul de Teresina.

A delegada da Mulher, Vilma Alves, adiantou que Gleycielle Mendes vinha sendo agredida há muito tempo e decidiu denunciar o agressor, que trabalha com ela na banda. A cantora revelou que já foi ameaçada de morte. “Ela já está sendo protegida e ele deverá comparecer ainda nessa semana [para depor na delegacia]”, revelou.

Vakeira Funk mistura funk e sertanejo nos shows que faz pelo interior do Piauí e de outros estados do Nordeste. São mais de 30 mil seguidores no Youtube. Recentemente, a artista lançou uma música com a Mc Melody, intitulada como "O Som da Copa".

Comentários