Polícia

Acusado de matar professora diz que matou mais de 9 pessoas

A professora foi morta durante assalto em farmácia na zona Norte de Teresina
Fonte: Polícia Civil | Editor: Alinny Maria 03/01/2019 12:52
Acusado e vítima Acusado e vítimaFoto: Montagem Piauí Hoje

Foi preso nessa quarta-feira (2) Rafael Ferreira Lima, acusado de matar a tiros a professora Ana Valéria Rocha durante assalto em uma farmácia no bairro Buenos Aires, na zona Norte de Teresina. O crime ocorreu em 2015 e o acusado foi preso no bairro Parque Vitória, em São Luís (MA).

Rafael Ferreira Lima havia sido preso um dia após o crime, mas fugiu da penitenciária de Esperantina no dia 29 de abril de 2016 e desde então estava escondido em São Luís. De acordo com o delegado Matheus Zanatta, Gerente de Polícia Especializada (GPE), havia três mandados de prisão em aberto contra o acusado.

De acordo com os policiais que efetuaram a prisão, em depoimento à polícia Rafael confessou ter matado mais de nove pessoas. Ele está sendo transferido para a penitenciária do Piauí para cumprir a pena do latrocínio que vitimou a professora. Rafael foi condenado a 29 anos e 9 meses de reclusão em regime fechado. Como estava foragido ainda não havia começado a cumprir pena.

Relembre o crime

Na noite de quinta-feira, 17 de dezembro, a professora Ana Valéria Rocha estava com a filha de cinco anos fazendo compras em uma farmácia na avenida Jerumenha, no bairro Buenos Aires, quando Rafael entrou no local e anunciou assalto. Havia mais cinco pessoas na farmácia e o assaltante efetuou disparos, sendo que um atingiu a professora, que morreu na frente da filha.

Comentários