Wellington já sabe como vai definir nome do vice

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles FIlho, ao lado do governador Wellington Dias O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles FIlho, ao lado do governador Wellington DiasFoto: Francisco Leal

O governador Wellington Dias já sabe quai os critérios para a definição das duas últimas vagas na chapa majoritária - de vice-governador e senador - com a qual pretende conseguir o quarto mandato e a segunda reeleição. "O primeiro critério é o entendimento. O segundo é garantir a melhor estratégia para a vitória", explicou, durante a entrevista coletiva concedida logo em seguida à posse dos 21 novos gestores, no Palacio de Karnak, no início da tarde desta serguinda-feira (2).

"A partir da próxima semana irei me reunir com os líderes partidários. O objetivo é que possamos receber as propostas. São vários partidos que pleitam vagas de vice e senador... vamos escolher o melhor pensando no Piaui. O que todos os líderes querem é o melhor para o Piauí... Será tipo quando vamos fazer a escolha dos atletas para uma seleção, pensamos em ganhar o campeonato. No nosso caso, pensamos não só em vencer a eleição, mas fazer o melhor trabalho e melhor gestão para o Piaui", afirmou Wellington Dias. "Quem entrar agora já vai está aquecido, como no futebol. Em campo já vai estar pronto para fazer gol em favor do povo do Piauí", comparou.

Em abril, prosseguiu Wellington Dias, a Procuradoria Geral do Estado vai ser consultada sobre a legislação eleitoral. "Vamos fazer uma agenda com a procuradoria (Geral) do Estado, com quem entende mais dessa parte eleitoral. Eu fiz um código de conduta e ética para a eleição. O objetivo é fazer tudo dentro da lei. Queremos uma eleição transparente e o Estado cumprindo a legislação para que com isso ninguém comenta nenhum crime eleitoral"

Segundo o governador, tudo foi trabalhado para que o Piauí não tivesse qualquer prejuízo com a mudança na equipe. "Trabalhamos janeiro, fevereiro e março sabendo que haveria esse momento. A mudança é para que não ocorra descontinuidade. Onde está havendo a saida de um atual gestor e a entrada de um novo vamos progredir com as obras, ações, equipamentos e programas. É isso que interessa à população. Agradeço porque fizemos uma boa transição", avaliou.

Comentários