WDias: "decisão será dos 14 partidos da base e não só do PT"

Wellington Dias com Ciro Nogueira e MArgarete Coelho na Wellington Dias com Ciro Nogueira e MArgarete Coelho naFoto: Francisco Leal/CCom

Contrariando a recomendação médica, o governador Wellington Dias participou, na manhã desta sexta-feira (25), da inauguração de uma unidade da Cerâmica Fortes, na BR-316, quando voltou a falar sobre a indicação dos nomes a vice-governador e senador. Segundo ele, os entendimento estão bem encaminhados.

“No meu entendimento, não é só a vaga de senador e de vice, temos que trabalhar a chapa de federal, a chapa de estadual. Nós somos um time, o técnico não entra em campo só com um pedaço do time, tem que entrar com o time inteiro”, comparou o governador, que cancelou a agende de compromissos no interior do estado depois de cair e machucar o ombro direito durante uma partida de futebol.

Wellington Dias garante que tudo se resolve agora em junho. “Eu acredito, como eu já fazia previsão lá atrás, que agora nesse mês de junho a gente conclui esses entendimentos

Sobre a “chapa pura do PT”, como defendem a maioria dos correligion[ários de Partido dos Trabalhadores, Wellington Dias O deputado federal Assis Carvalho, que é o presidente, mas “O PT nacional e os líderes do PT no Piauí compreendem a importância [do lançamento de uma chapa pura]. Claro, é um direito defender suas teses, mas nós vamos ter que tratar qual é o caminho para que um partido como o Partido dos Trabalhadores tenha o melhor resultado, então nós vamos trabalhar isso com cada partido”, avisou. “Eu acho que há possibilidade de encontrar uma solução, porque não é só com o PT, é com um conjunto de partidos, são 14 partidos que nós vamos ter na composição nessa chapa”, ponderou.

Comentários